segunda-feira, junho 27, 2022
spot_img

Rua Descalça

Moradores do bairro do Pitanga, em Igaratá, manifestam o desagrado com o projeto de pavimentação de um trecho da Rua Irineu Prianti Chaves. Serão pouco mais de trezentos metros pavimentados na primeira etapa, ligando a Praça Kondiva ao ponto mais alto da rua.

A obra que começou essa semana estava prevista para iniciar em dezembro do ano passado e concluída em abril. O atraso, segundo a Prefeitura, é devido ao processo licitatório e as chuvas de início do ano. A RSN Engenharia venceu a licitação pelo valor de R$ 596.531,47.

A queixa dos moradores se refere à falta de previsão de construção de calçadas no trecho. Durante todo o dia e até mesmo à noite moradores são obrigados a se deslocar em direção ao centro da cidade caminhando pelo leito da rua, dividindo o espaço com carros, motos e caminhões.

Entenda o processo de pavimentação da Rua Irineu Prianti Chaves

O prefeito Elzo de Souza diz que a verba disponível é o suficiente apenas para a pavimentação e que essa é a prioridade. – Numa segunda e terceira etapa vamos construir a calçada, mas por enquanto faremos o que é possível com os recursos que dispomos, diz.

Elzo explica que pretende pavimentar todo o trecho de quase três quilômetros em três etapas: – Essa primeira vai até o ponto mais alto da rua, onde começam as residências. A segunda etapa vai atender a todo o conjunto de casas já construídas e a terceira etapa até a bifurcação.

O Prefeito diz ainda que para evitar acidentes no trecho, cujas obras começaram essa semana, serão implantadas quatro lombadas, forçando os motoristas a reduzirem a velocidade de seus veículos, dando mais segurança aos pedestres. – É preciso fazer isso pois mesmo sendo rua de terra, muitos motoristas usam o trecho como se fosse uma pista de corrida, conclui Elzo.

RELATED ARTICLES
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Most Popular

Recent Comments

Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Ana Maria Monteiro da Silva on Homero vira lenda
Agenor Vallone on Homero vira lenda
Ana Paula Carrara on Homero vira lenda
José Francisco "Chiquinho" on Mais segurança em Arujá