Desde 2017, o dia 27 de junho se tornou o Dia Internacional das Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME). Instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), a celebração visa reconhecer a importância econômica e social dos pequenos negócios em todo o mundo. No Brasil, esses empreendimentos representam 99% das companhias brasileiras e respondem por 30% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

Após dois anos de pandemia, em 2022 o lema desta data foi “Resiliência e Reconstrução”, ressaltando o papel vital dessas empresas para uma recuperação econômica justa e sustentável.

Para tanto, o conselho editorial do Ouvidor selecionou um empreendimento símbolo desse lema: a “Fazenda Prosperidade”, instalada na zona rural de Santa Isabel, a poucos quilômetros da Rodovia Presidente Dutra, no Bairro Cafundó. Mas antes de falarmos da prosperidade, vamos aos números:

Santa Isabel

No primeiro semestre de 2.022, a secretaria de Desenvolvimento Econômico de Santa Isabel registrou a abertura de 506 novos empreendimentos, isso significa 84 a mais do que o mesmo período do ano passado e 193 a mais que em 2020.

Paralelamente, o número de fechamento de empresas também aumentou, 35% a mais que a média registrada dos últimos 04 anos. Ainda assim, graças aos Microempreendedores Individuais o crescimento real do município foi de 11,20% nos cinco primeiros meses de 2022 comparado a 2021, e 60,89% comparado a 2020.

“Nós apostamos na qualificação. No fomento de parcerias estratégicas que geram novas oportunidades, Sebrae, Senar, CPS – Centro Paula Souza, Via Rápida, Senai e Senac foram essenciais na formação de novos empreendedores”, descreve o diretor de desenvolvimento econômico, Walter Negrão.

Até maio de 2022, do total de empresas abertas, 88,85 % são MEIs. Santa Isabel possui 4.733 Microempresas, 222 EPPs (Empresa de Pequeno Porte) e 208 empresas na categoria de média e grande.

Reconhecidamente potência para um turismo que popularmente parece distante, Walter cita empreendimentos que já recebem excursões regionais de um turismo, geralmente oriundo da capital, que se apresenta sedento pela riqueza natural da zona rural isabelense.

Na quinta-feira, dia 30/06, o Sebrae, por meio da secretaria de Desenvolvimento, apresentou na Câmara Municipal de Santa Isabel o “Programa Brasil Mais” que oferece consultorias individualizadas para que empresários possam alcançar melhores resultados em suas empresas. A inscrição e participação neste programa é inteiramente gratuita.

Destaques de Santa Isabel

Arujá

A prefeitura de Arujá não divulgou o número de empresas abertas no município, nem os dados comparativos de crescimento (ou não) deste segmento. Em comemoração ao dia MPME, anunciou a 22ª Jornada de Empreendedorismo e Negócios que deve começar na próxima terça-feira, dia 05/07.

O evento será às 19h, com transmissão pela página oficial da Prefeitura de Arujá no Facebook. O primeiro tema que será abordado é “Aprendendo a Empreender” e, a partir deste, toda terça-feira do mês de julho haverá um novo: Formalizando seu negócio, Marketing Digital e Metodologia 5 “S”.

Destaques de Arujá

Igaratá

A prefeitura de Igaratá também não divulgou o número de empresas e os dados comparativos de crescimento (ou não) deste segmento. Mas destacou a assinatura da parceria firmada com o Sebrae na quarta-feira, 22/06.

Em breve, com o intuito de incentivar o empreendedorismo e estimular os moradores de Igaratá a fomentar o próprio negócio, uma unidade do “Sebrae Aqui” será implantada na secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Agropecuário.

Na próxima terça-feira, dia 05/07, às 19h, o Secretário de Desenvolvimento Agropecuário de Igaratá, Jonathan Moraes, estará no Programa de Frente com o Ouvidor para contar mais desta parceria e outras novidades. Participe!

Destaques de Igaratá

Fazenda Prosperidade

Na quarta-feira, 29/06, após um ano, o Ouvidor revisitou o coração do empreendedorismo da Família Hira: a terra. Sim, cada metro de chão da família de Eliza Hideko Tanoue Hira, 62 anos, reflete o esforço de mãos sábias e experientes que semeiam para si, e para seus clientes, uma primorosa coletânea de alimentos saudáveis.

O sonho de oferecer alimentos sem agrotóxicos para os filhos, continua a ser o empreendimento da família. Alface, couve, brócolis, cenoura e muito mais, ainda são plantados conforme o calendário lunar que Eliza aprendeu na infância com o pai.

Mas antes de chegar na área de plantio, notoriamente feliz, ela nos recebeu no galpão de entrada. Com a reportagem está o diretor de Desenvolvimento Econômico Walter Negrão que, já na recepção, ganha lições em forma de explicação: “Seja bem-vindo, a Fazenda chama Prosperidade porque é assim que nós aprendemos, a palavra tem poder e, ainda que a nossa propriedade seja simples, cabe a nós olharmos para ela projetando um futuro melhor que juntos vamos plantando!”, disse.

14h por dia de trabalho, de domingo a domingo, Eliza, os filhos e o único funcionário o “Gil” (que está com eles desde os 11 anos de idade) plantam e acreditam em novas oportunidades. Além de otimizar o sistema de pedidos com o uso da tecnologia, já participaram de cursos do Sebrae e analisam a possibilidade de, por agendamento prévio, começar em breve a receber visitas guiadas.

Paralelamente numa espécie de galpão sem teto, um berçário de suculentas cresce em cores, tamanhos e variedades. Uma distração para Eliza que pode virar outro negócio.

Café fresco e pastel de queijo quentinho, a conversa ao lado da plantação é sobre histórias de vida de como a pandemia os fez mais fortes e aproximou ainda mais a clientela disposta a comer alimentos mais saudáveis, plantados por um compromisso com a minha vida.

Em nome da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Walter convidou a família a participar de novos cursos. “Existem consultorias específicas para segmentos que eles podem explorar. E, para nós, intermediar o sucesso é uma vitória compartilhada da qual toda a cidade ganha”, finaliza.

Para saber mais, o telefone da Fazenda da Prosperidade é (11) 99109-8737.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments