quarta-feira, junho 29, 2022
spot_img
InícioCidadesArujáCâmara de Arujá cria Procuradoria Especial da Mulher

Câmara de Arujá cria Procuradoria Especial da Mulher

Arujá cria Procuradoria Especial da Mulher em defesa das mulheres em situação de vulnerabilidade

Procuradoria faz a ponte que leva a vítima de violência doméstica até os importantes serviços que irão libertá-la e punir seus agressores

Por Bruno Martins

 

A Câmara Municipal de Arujá se destacou em ser a primeira Casa de Leis, entre Santa Isabel e Igaratá, a criar uma Procuradoria Especial da Mulher. No mês internacional da mulher, o órgão ganhou ampla notoriedade na cidade e mostrou o seu principal papel na rede de proteção em defesa da mulher vítima de violência.

Das dez câmaras municipais do Alto Tietê, apenas Arujá e Suzano possuem uma procuradoria. A vereadora Profª Cris do Barreto, única mulher no legislativo Arujaense, foi eleita a Procuradora da nova Pasta.

A ideia para a criação deste atendimento em Arujá, partiu da Profª Cris do Barreto que tem como principal objetivo, fazer a ponte para que às vítimas de violência doméstica possam ser ouvidas e acolhidas pela rede de proteção de defesa da mulher que fortemente atua na cidade

“Tenho um compromisso com a causa das mulheres, que envolve o combate a qualquer tipo de violência, seja física, sexual, psicológica ou política, que poucos conhecem, mas existe e da qual inclusive já fui vítima”, destacou Cris, em seu discurso de posse.

Há tempos, Arujá tem se destacado na defesa da mulher vítima de violência. Antes mesmo da vinda da DDM, em março do ano passado, o município já contava com uma rede de proteção forte e atuante na causa.

Na semana passada, o Jornal Ouvidor destacou a importância da rede e como que cada órgão que a compõe trabalha. Confira a matéria completa na Ed. 1.367.

A Procuradoria ganhou amplo destaque a partir do último dia 08 de março, foi através dela, que a Câmara promoveu em seu salão nobre, a sessão solene que abriu as atividades do mês da mulher em Arujá.

“Quero fazer do meu mandato um espaço de diálogo e de desenvolvimento de ações efetivas de emancipação feminina. Somente assim conseguiremos superar essa situação de insistente violência contra às mulheres”, ressalta a vereadora Cris.

Para melhor atender às mulheres vítimas de violência, a Câmara irá dispor inclusive de uma sala exclusiva para atendimento a elas. O espaço está passando por reformas antes de ser oficialmente inaugurado.

Na próxima quinta-feira, 31/03, Cris do Barreto, participará de um bate-papo ao vivo no Programa de Frente com o Ouvidor, a partir das 19h, para destacar melhor as ações da Procuradoria Especial da Mulher em Arujá.

LEIA TAMBÉM: Arujá libera retirada de máscaras nas escolas

Érica Alcântara
Érica Alcântarahttps://jornalouvidor.com.br
Jornalista, escritora e poeta, Érica Alcântara se formou em Filosofia pela Universidade Federal de Ouro Preto, Bacharelado e Licenciatura e há mais de 10 anos atua como repórter do Jornal Ouvidor
RELATED ARTICLES
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Most Popular

Recent Comments

Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Ana Maria Monteiro da Silva on Homero vira lenda
Agenor Vallone on Homero vira lenda
Ana Paula Carrara on Homero vira lenda
José Francisco "Chiquinho" on Mais segurança em Arujá