Zoonoses realizou mais de mil atendimentos em 2023

Só de castrações de cães e gatos o setor realizou no período mais de 800. Departamento atua constantemente no controle de doenças e epidemias de origem animal

Zoonoses
Apesar da equipe enxuta, setor é ativo no atendimento das demandas da comunidade seja no centro ou na zona rural.

Considerado um setor fundamental no controle de doenças transmitidas do animal para o homem, o Departamento de Zoonoses, da Prefeitura de Santa Isabel desenvolve um amplo trabalho voltado à prevenção e controle de doenças e epidemias veterinárias. Só no ano passado foram registrados mais de mil atendimentos. Deste total, cerca de 800 dizem respeito a castrações e controle populacional de cães e gatos.

Foi notícia no Ouvidor

Embora com uma equipe enxuta, o setor além de atuar na prevenção de doenças, também atende a denúncias de animais em situação de risco, como machucados, atropelados, doentes, casos de maus-tratos, controle de pombos e morcegos entre outros,
“Também somos constantemente procurados por moradores para atender casos sobre a presença de marimbondos, abelhas ou outras espécies, como o escorpião, por exemplo e que representam risco à segurança da comunidade”, destacou a Pasta.

Além da retirada destes animais peçonhentos e atendimentos de denúncias, o setor também realiza orientações a comunidade por meio da execução de programas de leishmaniose, raiva, febre amarela e febre maculosa. Atualmente, o setor possui três médicos veterinários, que se dividem em cuidados clínicos aos animais do canil e aos que são levados até o setor por seus tutores que na maioria das vezes não podem pagar uma consulta particular. Atualmente a equipe também atende por meio do castramóvel.

Controle populacional

O setor de zoonoses possui ainda controle sobre a população de cães e gatos capturados nas ruas da cidade. O processo se dá por meio da chipagem destes animais e o processo de esterilização, as chamadas castrações, que além de evitarem a cria indesejada o que reflete no número de abandonos diários, a castração também auxilia na saúde e bem-estar dos animais minimizando o risco de aparecimento de doenças e tumores.

Só no ano passado, o setor realizou cerca de 800 castrações de cães e gatos. O número é mais que o dobro do total de 40 castrações por mês que é determinado por meio do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Após castrados, chipados e vermifugados os animais de rua são devolvidos a comunidade.

Para marcar a castração de um animal, ou outra demanda na causa animal, o munícipe deve ir até o setor de Zoonoses, localizado na Rua América, nº 200 – Parque São Benedito. O telefone para contato é o 4656-4444.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments