Mais de 800 pessoas foram vacinadas no Arraiá da Vacinação realizado em Santa Isabel.

Um estudo da plataforma Info Tracker ligada a Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Estadual Paulista (Unesp) apontou que seis em cada dez mortes por covid-19 no Brasil, ocorrida entre os meses de março e junho deste ano, estão relacionados a pacientes com vacinação incompleta, pois estes não haviam ainda tomado a terceira dose da vacina contra a doença. Na região, estes atrasados já chegam a mais de 34 mil pessoas.

Em meio a uma nova onda de contaminações pela Covid-19, a preocupação das cidades na região aumenta. Na busca pelos moradores com doses adicionais atrasadas e no trabalho árduo de convencimento daqueles que não tomaram sequer a primeira dose ainda, Arujá e Santa Isabel criaram alternativas de levar a vacina até a sua população.

No último domingo, 26/06, Santa Isabel promoveu o Arraiá da Vacinação. Foi uma manhã de muita festa no centro da cidade e assim que a secretaria de Saúde montou as tendas para o atendimento, a população já foi chegando e aos poucos a fila se formou no entorno da Praça Fernando Lopes.

Homens, mulheres, idosos e crianças aproveitaram o Dia D, se vacinaram contra a gripe e ainda completarem o esquema vacinal contra a covid-19. Ao todo, foram aplicadas 884 vacinas. Sendo 414 doses contra a Covid e 470 contra a gripe Influenza.

Apesar de ter sido considerado o melhor Plantão de Vacinação já realizado na cidade, ainda assim, a secretaria de Saúde de Santa Isabel faz uma busca incessante aos pacientes que estão com as doses adicionais atrasadas. De acordo com a Pasta, o número de faltosos para a segunda e terceira dose, já chega a um total de 12.373 pessoas: “Ao todo são 2.225 pessoas com segunda dose atrasada, enquanto para a terceira dose, este número é de 10.148 pessoas”, informou a secretaria de Saúde.

Após ficar quase 100 dias sem registrar nenhuma morte por covid-19, Santa Isabel voltou a ter óbitos pela doença. Nas últimas semanas três mulheres morreram, sendo uma de 85, outra de 83 e a mais nova de 56 anos. Segundo informações uma das pacientes já havia tomado três doses da vacina, outra mulher apenas duas doses, enquanto uma das pacientes não havia tomado nenhuma vacina contra a Covid-19. Todas elas tinham comorbidades.

Arujá tem mais de 22 mil atrasados

Sem conseguir separar os atrasados em 3ª e 4ª doses, a secretaria de Saúde de Arujá informou que o total de pessoas com doses adicionais atrasadas na cidade, já chega a 22.030 pessoas. Na cidade, 78.317 pessoas já estão aptas a receberem as doses adicionais liberadas.

Recentemente Arujá lançou um projeto piloto, o objetivo é levar os serviços de saúde aos bairros mais distantes da região central. Utilizando-se de uma van, uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros e técnicos vai até os bairros e além dos serviços de clínica geral também aplicam as vacinas contra Covid e Influenza.

Neste sábado, 02/07, Arujá irá promover o Dia D. Os postos de saúde estarão abertos das 8h às 16h com oferta de vacinas contra a Covid e a influenza disponível para todos os moradores a partir dos seis meses de idade. “Durante a vacinação é preciso apresentar o cartão SUS e um documento com foto. Vale lembrar que o uso de máscaras segue obrigatório em todas as unidades de saúde do município”, informou a secretaria de Saúde.

Igaratá fecha junho com cerca seis casos positivos por dia de Covid-19

Ao todo a secretaria de Saúde registrou somente em junho, 175 casos positivos de Covid-19, uma média de seis casos positivos por dia da doença. O número de mortos na cidade chega a 38 casos, sendo que o último foi registrado em 16 de março deste ano.

A 3ª dose já está disponível para 85% da população acima dos 12 anos. De acordo com a secretaria de Saúde a faixa etária de 12 a 17 anos, liberada recentemente para receberem a primeira dose adicional, representam cerca de 30% da população em atraso: “Estamos ainda recebendo poucas doses para a vacinação do público mais jovem, mas acreditamos que até o fim de agosto conseguiremos vacinar até 90% de nossa população com a 3ª dose. Atualmente 6.648 pessoas já tomaram três doses da vacina contra a Covid em Igaratá. Sobre a 4ª dose, já aplicamos em duas mil pessoas, porém a cobertura ainda está baixa”, disse a saúde.

Ao todo, Igaratá soma desde o início da pandemia um total de 2.855 casos positivos de Covid-19. Cerca de 9.964 pessoas já receberam ao menos uma dose da vacina e 8.979 tomaram duas doses.

Veja Também 

Desde o último dia 06/06, a quarta dose da vacina contra a Covid-19, já está disponível para toda a população acima dos 50 anos e recentemente o público acima dos 40 também passou a ser contemplado com a segunda dose adicional. A única exigência, é ter tomado a primeira dose de reforço (3ª dose) há pelo menos quatro meses.

De acordo com o enfermeiro e chefe do setor de Vigilância Sanitária de Santa Isabel, Bruno Felipe é fundamental que a população complete todo o esquema vacinal com as doses já disponíveis: “Com o passar dos meses, a imunidade garantida pela vacinação vai diminuindo, e pesquisas revelam que a administração de doses de reforço aumentam a quantidade de anticorpos no sangue do indivíduo e são estes anticorpos que irão neutralizar o vírus Sars-cov2 quando houver uma possível exposição a estes”, disse.

Bruno reforça ainda que a vacina não evita a contaminação, mas libera uma proteção mais forte e eficaz contra a doença: “Caso o paciente venha se contaminar com a Covid-19, mesmo vacinado, ele apresentará manifestações sintomáticas leves e o seu quadro pode vir a ser esclarecido em um curto período de tempo as vezes, sem a necessidade de internação”, finaliza.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments