Sinal de Alerta

turismo
Roberto Drumond - Editor chefe do Jornal Ouvidor.

Sinal de Alerta – Hoje eu vou cometer uma ousadia: quero sair do cercado nacional e falar um pouco do que estou vendo no mundo. E estou vendo dois mundos: o de cima, onde é verão e o de baixo, onde vivemos um inverno primaveril (ou será outonal), talvez mesmo um verão de modelo mais antigo do hemisfério norte.

Veja Também

Acredito que já perceberam onde quero chegar. Isso mesmo, nesse clima maluco que os cientistas atribuem ao El Niño (ou será La Niña). De qualquer forma a alteração da temperatura das águas do oceano Pacífico que, aqui no hemisfério sul tem provocado chuvas e tornados e, no hemisfério norte um calorão insuportável.

Me adianto a imaginar que esse fenômeno, que mesmo para a ciência é novidade, vai inverter potencializar o clima quando o verão chegar ao hemisfério sul. O nosso inverno que de frio teve apenas alguns dias e noite no mês de julho, poderá se transformar e ferver quando o sol estiver incidindo diretamente sobre nossas terras quando o verão chegar.

Fortalece essa minha convicção ao ver o noticiário de que, na Europa e na América do Norte, o calor está ultrapassando as barreiras habituais, assim como o frio de nosso inverno também mostra menos gelo. Pode ser que em janeiro estejamos vendo os termômetros ultrapassarem os indicadores que estamos habituados.

Vejo na internet que alguns cientistas atribuem essa mudança climática não aos personagens citados no início desse texto, mas ao acelerado aumento das gazes do efeito estufa provocado por nós mesmos, habitantes desse amado planeta. E vejo que, ao contrário das medidas de prudência, continuamos correndo atrás de apagar incêndios em nossas matas e campos como se a fumaça e o calor que provocamos sejam inócuos. Mas não são!

Como um sinal de alerta um homem morreu essa semana ao tentar, sozinho, apagar o incêndio em um capinzal em Santa Isabel. Fumaça é traiçoeira. Ele se intoxicou com ela e possivelmente desmaiou sobre a vegetação, o fogo fez a sua parte, queimou tudo. Lamentável!

Você pode dizer que, com você não acontece coisas desse tipo porque você toma cuidado. Talvez a vítima dessa semana pensasse como você, mas foi pega de surpresa como estão sendo pegos os moradores e turistas da ilha de Rodes, na Grécia, onde um patrimônio da humanidade e milhares de dólares/euros estão sendo transformados em cinzas sob o sol olímpico.

Cada um tem o planeta que quer. O meu pode ser esse cercadinho nacional que decidi romper hoje. O homem que morreu queimado em Santa Isabel também tinha o dele: o capinzal próximo à sua residência. Precisamos ter a ousadia de defender o espaço que escolhemos para viver, com prudência para que não nos tornemos vítimas.

Seja o La Niña ou o efeito estufa, nos preparemos para o verão que começa no dia 22 de dezembro e tenhamos a certeza: até lá vamos nos surpreender muito com as consequências do que fizemos com o nosso mundo.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments