Segurança será reforçada nas eleições

O domingo de votação terá segurança reforçada nos colégios eleitorais de Arujá e Santa Isabel

A operação de segurança máxima, para as eleições 2022, começa já na manhã de sábado, 01/10, com o transporte das urnas eletrônicas para os locais de votação, e se estenderá até o fim da noite de domingo, 02/10, após o fechamento das apurações.

Na região, as policias Militar e Civil e a Guarda Civil Municipal de Arujá (GCM) atuarão juntas no patrulhamento pelas ruas dos municípios. Em Santa Isabel, a escolta das urnas, até os colégios de votação, ficará a cargo da Polícia Civil, enquanto em Arujá será feito pela GCM.

De acordo com o Capitão da Polícia Militar, de Arujá e Santa Isabel, Anderson Pelegrine, o patrulhamento será o mesmo, com relação as viaturas que já fazem patrulha de rotina pelas ruas nestes municípios, aos finais de semana. Isso não irá mudar.

“A diferença é que o efetivo receberá um reforço extra para as operações exclusiva das eleições. Teremos mais policiais em cada colégio eleitoral fazendo a segurança das urnas já a partir das 18h de sábado e, em escala de revezamento, outros policiais farão o reforço na segurança destes colégios, durante o horário da votação no domingo”, explica Cap. Pelegrine.

Mais quatro viaturas atuarão como Rondas Eleição: “Elas estarão dedicadas ao entorno dos colégios eleitorais e atenderão exclusivamente ocorrências relativa as eleições, além de dar suporte aos nossos policiais que ficarão em escolta nas escolas”, disse. Em Santa Isabel a operação será comandada pelo Tenente Borghi.

Prisão nas eleições

A legislação eleitoral proíbe a prisão ou detenção de eleitores em todo o território nacional, cinco dias antes do dia da eleição e 48h após o pleito, caso não haja flagrante delito. Cap. Pelegrine ressalta que a medida não é um salvo conduto que permite a livre criminalidade durante este período: “A não aplicação de prisão é em casos extremamente restritos, vale destacar que se houver crime, seja de qualquer natureza, o indivíduo será detido e encaminhado à delegacia, onde o caso será registrado e, se for um crime hediondo, ele será sim preso”, alerta.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments