Região celebra o Corpo de Cristo

Festividade que celebra o Corpus Christi contou com união de paróquias, os tradicionais “tapetes”, missas e procissões pelas ruas de Santa Isabel, Arujá e Igaratá

Corpus Christi
Milhares de voluntários se reuniram na manhã de quinta-feira (30) para a confecção de 128 tapetes em Santa Isabel.

A comunidade católica da região se reuniu, na última quinta-feira (30), para as comemorações de Corpus Christi. Em Santa Isabel, por exemplo, mais de 1,3 mil voluntários de diferentes paróquias, pastorais e secretarias municipais se reuniram durante a madrugada para colorir a Avenida da República com 128 tapetes que utilizaram materiais como serragem, cascas, trigo e cal.

Foi notícia no Ouvidor

Os trabalhos em demonstração de fé tiveram início às 03h20, com equipes da secretaria de serviços municipais que prepararam a principal via da cidade. Às 06h30, milhares de fiéis começaram a confecção das peças que preencheram com diversos materiais decorativos desde a Praça da Bandeira até a altura da Rua Prudente de Moraes.

Em 2024, o evento que celebra a presença de Jesus Cristo na Eucaristia contou com mensagens de fé, paz e também de solidariedade – “Forças RS” – à população do Rio Grande do Sul, que enfrenta a maior crise climática do Estado.

Quanto à produção dos tapetes, a coordenadora do grupo “exército jovem” da paróquia Santa Isabel, Natália Trindade, explica que os temas e mensagens foram livres e marcadas pela união de pessoas de todas as idades. Desde crianças e jovens a cerimoniários e coroinhas, “todos têm o objetivo de ‘demonstrar o que Cristo representa’”.

Ela ainda destaca que o desenho escolhido pela pastoral, por exemplo, foi totalmente planejado e sugerido pelos jovens. A obra trouxe “o exército onde Jesus, o general, guia as crianças com a arma mais poderosa: a bíblia”. “Preparamos tudo com muito amor e carinho para a passagem de Jesus”, disse.

copus christi
Procissão levou o Santíssimo Sacramento às ruas de Santa Isabel e encerrou as celebrações de Corpus Christi. Foto: Gustavo Vaquiani

A programação de Corpus Christi continuou às 15 horas, com a missa marcada pela união das três paróquias do município na Igreja Nossa Senhora Aparecida. Por fim, a procissão do Santíssimo Sacramento percorreu os 128 tapetes até a Praça da Bandeira, onde as celebrações foram encerradas.

O pároco da Paróquia Santa Isabel, José Eduardo, terminou a festividade com o agradecimento e o anúncio de que a edição “triplicou” o número de participantes, em comparação com 2023.

Em Arujá, a paróquia Senhor Bom Jesus celebrou a “Festa do Corpo e Sangue e Cristo”. Os tapetes e a procissão marcaram o evento. Com início às 6 horas, fiéis arujaenses se reuniram para a confecção das peças. Já às 15 horas, a missa na Igreja Matriz contou com a procissão, que percorreu as ruas até a Capela São Benedito.

E em Igaratá, fiéis participaram do Corpus Christi na paróquia Nossa Senhora do Patrocínio. A confecção dos tapetes levou voluntários à Igreja Matriz às 8 horas, e contou com o “Lanche Comunitário”, onde participantes contribuíram com bebidas e um prato de doce ou salgado. Às 16 horas, a Santa Missa e a procissão encerraram o evento.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments