Convenção do partido, realizada neste sábado (23) também contou com a presença de Alckmin, França e diversas outras lideranças. Fernando Haddad foi confirmado como o candidato ao governo do paulista durante Convenção Estadual do PT realizada neste sábado (23).

Também foram aprovadas a coligação com o PSB, “Juntos por São Paulo”, além do anúncio das candidaturas parlamentares estaduais e federais pelo Estado.


Leia também

Haddad no Ouvidor


No palco, ao lado de Haddad, estavam o candidato a vice na chapa de Lula, Geraldo Alckmin, e Márcio França (PSB), candidato da Federação (PT,PcdoB e PV) ao Senado.

“O momento que o Brasil está passando exige de nós uma profunda reflexão sobre a nossa missão histórica. Por isso eu digo com a maior tranquilidade que esse time é o melhor que o país tem hoje para fazer oposição a tudo que Bolsonaro representa”, discursou Fernando Haddad, fazendo menções aos papéis de Alckmin e França na luta pela reconstrução do Estado e do país.

França manteve o discurso de união que tem feito publicamente desde que se aliou às candidaturas de Lula e Haddad, a quem elogiou pelo trabalho como prefeito de SP e ministro da Educação: “Nós acreditamos em tudo o que Haddad representa. Ele já provou que tem a parte técnica, na parte humana e na sensibilidade. Mas principalmente na lealdade que ele oferece que é fundamental no exercício de uma função pública. Quem não é leal com os seus amigos não será leal com seus eleitores”.

O candidato a vice-presidente Alckmin completou: “Nós temos uma grande responsabilidade. A eleição nacional passa por São Paulo. Nós temos o dever de nos unir, o dever de lutar e o dever de vencer. E temos ao nosso lado o fato de que nós conhecemos São Paulo e São Paulo nos conhece”.

Os presidentes estaduais do PT (Luiz Marinho), do PSB (Jonas Donizete) e do PCdoB (Rovilson Brito) e do PV (Marcos Belizario) também discursaram durante a Convenção.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments