terça-feira, junho 28, 2022
spot_img
InícioCidadesIgaratáQuando a arte transforma a vida

Quando a arte transforma a vida

-Nossa esperança é que a intervenção dê mais colorido ao bairro e ao coração das pessoas, diz organizador do Projeto Galerias. 

Amanhã o projeto “Galerias” será entregue à população de Igaratá. É a segunda edição de um trabalho desenvolvido sob a coordenação do artista plástico Guataçara Monteiro que realizou a experiencia de transformar uma comunidade através da arte, em 2020 na comunidade rural de Chã de Jardim, no município de Areia, no Brejo Paraibano, a 118 km de João Pessoa.

Guataçara conta que ao lado de seu companheiro, o empresário, fomentador cultural e produtor executivo João Paulo Pessoa, que percorrendo o país observaram a grande distancia das comunidades a museus e galerias de arte e outros aparelhos culturais.

“O Projeto no Bonsucesso”, pontua João Paulo, “será uma grande manifestação em um bairro que até pouco tempo estava esquecido. Neste primeiro momento apoiamos os moradores para organizarem as fachadas e os muros de suas casas, oferecendo recursos materiais e mão-de-obra para que os artistas possam, na sequência, criarem suas obras de arte”.

Veja Também

Igaratá promove feira do artesanato

À medida que os moradores vivenciam toda esta movimentação positiva, revelam esperança e alegria com as possibilidades de mudanças para todos. Entusiasmada com a iniciativa, a líder comunitária Sandra Regina Belchior, já vislumbra as possibilidades de prosperidade que chegarão com o Projeto Galerias.

– Acho que vai ser muito legal para a população, pois estamos aprendendo a ser mais unidos, as pessoas vão ficar mais animadas, vão querer abrir seus negócios. Eu mesmo quero aprender a fazer salgados junto com minha sobrinha para vender para os turistas no dia da inauguração e depois. Nossa comunidade que sempre foi esquecida, vai ficar bonita com o projeto”.

O propósito é monetizar através do turismo a Galeria a céu aberto, provocando a criação de iniciativas de negócios voltados para a gastronomia, artesanato e para a hospitalidade. Através da transformação artística, veremos o fortalecimento da história da comunidade, enaltecendo a valorização da sua cultura e fomentando o sentimento de pertencimento do seu lugar”, complementa João Paulo.

Do acrílico ao grafite, nomes emergentes no cenário da pintura muralista somam-se a profissionais premiados, muitos com experiências em salões e mostras em todo o Brasil e no exterior o que permitirá também uma rica troca de experiências, entre esses profissionais e a comunidade que participará de todo o processo.

Assinam as fachadas das casas com sua arte, o premiado Vespa; Tubão; Lumina Pirilampo; Antony Pedroso e Natane Espíndola, todos de São José dos Campos; os jacarienses Douglas Reis, Guilherme Mendicelli; Mateus Mats e Rafael Raico. Além de Isabela Siqueira, de Jambeiro, Bruno Brito de Queluz, Cibele Dias de Guarulhos; Ju Violeta e Whilliam Mophos de São Paulo.

Toda uma família de artistas mineiros aderiram ao projeto, são eles Claudia Martins, Gilson Carias, Marina Carias, Pedro Carias que se somaram à contribuição dos artistas igaratenses Lu Morgado, Vortaiko, Nélio Fernandes e Rafael Aquino. Todos trabalhando sob a coordenação de Guataçara Monteiro que já expôs em diferentes regiões do Brasil, assim como na França e EUA.

João Paulo e Guataçara comemoram a alegria de estarem desenvolvendo o projeto tão perto de casa já que residem em Igaratá há 13 anos e onde mantêm o ateliê, voltado ao desenvolvimento da arte ligada às coisas da terra.

A edição no Bonsucesso conta ainda com a participação de voluntários como três mulheres paraibanas, a cantora Rejane Ribeiro, a chef de cozinha Eliane Regis e a líder comunitária de Chjã de Jardim, Luciana Balbino.

RELATED ARTICLES
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Most Popular

Recent Comments

Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Ana Maria Monteiro da Silva on Homero vira lenda
Agenor Vallone on Homero vira lenda
Ana Paula Carrara on Homero vira lenda
José Francisco "Chiquinho" on Mais segurança em Arujá