domingo, maio 15, 2022
spot_img
InícioColunistasNo Pé do Ouvido

No Pé do Ouvido

IGARATÁ

LIXO – Nos últimos dias iniciou-se a terceirização total da coleta do lixo em Igaratá. Uma empresa terceirizada está com caminhões e pessoal na rua executando o serviço. Para o usuário final, até agora a não ser os mais atentos, não se deu para perceber nenhuma diferença.

LIXO 2 – As coletas continuam no mesmo horário e dias da semana, tal como vinha sendo realizado há anos e anos pelo pessoal da própria Prefeitura. Mas no custo, não tenha dúvidas de que a diferença será muito grande.

LIXO 3 – O aumento expressivo no valor do carnê do IPTU deste ano, é decorrência direta desta terceirização do serviço. Como o IPTU e a Taxa do Lixo, são cobrados no mesmo carnê, o contribuinte teve que arcar com um aumento real muito grande no valor final.

NO LIXO – Para se ter uma ideia de valores, antes da terceirização total, a Prefeitura já havia locado, com dispensa de licitação, sob a alegação de emergência, de uma empresa de Guararema, apenas um caminhão compactador, sem motorista ao custo de R$ 62.700,00 por noventa dias de uso.

ASFALTO – O Governo do Estado publicou nesta semana, a destinação de R$ 1,5 milhão de reais para pavimentação, projeto originariamente idealizado para o Parque Alpina. Intermediaram esse benefício o ex- Subsecretário Regional Ortiz Júnior e o Deputado Federal Eduardo Cury. Os autores da solicitação foram os vereadores Gabriel Prianti, Albert Ursão e Silvio Jorge.

MENOS – Alguns professores andam bastante chateados com o que classificam de enrolação da Prefeitura para pagar logo o reajuste no piso nacional do magistério. De calculadora na mão, já mapearam que há anos Igaratá, já pagava proporcionalmente o piso nacional.

MENOS É MENOS – O valor ficou aquém justamente agora, em 2022 com o reajuste de 33% concedido pelo Presidente para o piso nacional. Segundo esses profissionais, a enrolação não se justifica, porque com o novo Fundeb, em vigor desde 2021, aumentou muito o valor do repasse de recursos por aluno, exatamente para fazer frente a esse reajuste. Resumiram a situação assim “estão segurando o que é nosso, para pagar outras despesas com o dinheiro e isso não é justo”.

GOL CONTRA – O pior é que pressionado pelo pessoal do magistério pelo reajuste, a assessoria de comunicação da Prefeitura, marcou um golaço contra. Fizeram um baita texto, dizendo que em seu mandato passado o Prefeito Elzo deu mais de trinta por cento de reajuste. Só não disse que a inflação no mesmo período foi dos mesmos trinta por cento e o resultado não passou de zero a zero.

AMADORISMO – Mas o pior mesmo é utilizar a publicação oficial para fazer promoção pessoal do Prefeito. Isso não pode de jeito nenhum, é regra básica que qualquer pessoa desavisada sabe. Amadorismo total.

SANTA ISABEL

HOMENAGENS – A Câmara de Santa Isabel aprovou na última sessão a criação de duas homenagens. A primeira é uma galeria destinada a celebrizar os vereadores que conseguiram se reeleger mais de duas vezes. Leva o nome do recordista de mandatos, o falecido vereador Jamir Varallo.

HOMENAGENS 2 – A segunda iniciativa, ambas do vereador Luizão Arquiteto, vai criar um memorial em homenagens aos profissionais de saúde abatidos pelo Coronavírus. Leva o nome do Dr. Orlando Tavares Pinheiro.

HOMENAGENS 3 – A primeira, embora leve o nome de um vereador falecido, é destinada a acender vela aos vereadores que estão na ativa ou que, já tendo passado pela Câmara, conseguiram emplacar mais de dois mandatos. Registre-se que entre esses nomes o do próprio Luizão Arquiteto, autor do projeto aprovado por unanimidade dos vereadores.

HOMENAGENS 4 – Consultados sobre se há, no orçamento da Casa, recursos para instalação dessas homenagens e/ou estudo de impacto financeiro, o Legislativo respondeu que a aprovação “foram os primeiros passos para que se possa abrir os procedimentos administrativos de cotação de preço e então, promover o estudo de impacto orçamentário, e a viabilidade de contratação de serviços e aquisições de bens ainda esse ano”.

HOMENAGENS 5 – E acrescenta: “Caso não tenha possibilidade, a Câmara Municipal de Santa Isabel prevê incluir na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e na LOA (Lei Orçamentária Anual) do próximo ano”, recursos suficientes para essa homenagem.

ESCOLINHA – Outro projeto aprovado na sessão de terça-feira passada foi a implantação da “Escola Legislativa”, de autoria do vereador Osvaldinho. Sonho acalentado há muitos anos pelo vereador Luizão, foi aprovado por unanimidade com o propósito de desenvolver o conhecimento e ampliar o apoio a vereadores recém eleitos, assessores parlamentares e desenvolver lideranças comunitárias.

ESCOLINHA 2 – Pelo menos nessa iniciativa não se prevê a existência de custos para o Legislativo. A escola deverá ter autonomia organizativa, pedagógica e didática no planejamento, na execução e na avaliação de seus programas e atividades.

ESCOLINHA 3 – Terá estrutura organizacional constituída de presidência, direção e coordenação pedagógica e de projetos que será ser desenvolvidos em regime de colaboração. Em resumo: todos serão voluntários na atividade.

RELEVÂNCIA – A Câmara considerou de pouca relevância o projeto que alterou o valor do IPTU no setor 8 da Planta Genérica de Valores, área considerada ZUPI, que corresponde ao corredor da Dutra. O valor estabelecido para cálculo do imposto de imóveis nessa área, considerada fundamental para o desenvolvimento do município passou a ser de R$7,76.

DESISTINDO – O atual presidente da Câmara, Luizão Arquiteto, usou a tribuna na última sessão para dizer que não é mais candidato à reeleição para a presidência da Casa e nem mesmo pretende disputar as próximas eleições municipais.

DESISTINDO 2 – Confessou a amigos que pretende cuidar mais da família, do trabalho e de seus negócios. Diz que já deu a sua contribuição ao município e que vai se afastar da vida política. É ver para crer!

JUDÔ – Parece que está havendo uma duplicidade nas aulas da secretaria Municipal de Esportes de Santa Isabel. As turmas de judô que estavam já com o cronograma de aulas para as terças e quintas no ginásio de esportes do Jd. Eldorado, descobriram no dia da aula que teriam que dividir a quadra com a turma de futsal.

JUDÔ 2 – O chamamento público para professor na secretaria de Esportes ainda é uma questão a ser discutida. No edital previa-se um total de 20 horas de aula semanal, mas ao que parece, tem professor que por ter uma profissão paralela às aulas, terá que fazer a secretaria se readequar aos seus dias e horários. Com isso, às 20 horas semanais caíram para 16h. Resta saber se o salário será compatível ao total de horas aulas dadas ou ao que previa o edital. Estamos de olho!

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments