sustentabilidade ambiental
A OAB ainda levou ainda os estudantes da da Escola Municipal Waldir José Cabral Saueia para uma ação ambiental

Depois do lançamento de uma cartilha destinada a motivar advogados e outros profissionais liberais a obterem maior sustentabilidade ambiental em seus escritórios, a Comissão de Direito Urbanístico e Ambiental da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), levou estudantes da Escola Waldir José Cabral Saueia para uma ação ambiental.

A ação, realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, levou os alunos para uma área cedida pela empresa Águas Lucema para, com licenciamento da CETESP (Companhia de Tecnologia Ambiental do Estado de São Paulo), promover o seu reflorestamento.

Veja mais

O plantio de árvores como as frutíferas: amoreiras, pitangueiras, cabeludinhas ou jaboticaba amarela (myrciária glazioviana), gabirobeira, araçá, embaúba, ingá plantas destinadas a atrair pássaros foi uma forma encontrada de encerrar o mês do meio ambiente promovido pela OAB. Além das mencionadas, foram plantadas também cambucá, ipês de diversas cores, manacás, jequitibá, peroba, cedro, pau d´alho e outras variedades da flora típica da região.

Ao deixarem a área em recuperação, os 30 alunos da escola comemoraram o plantio de 50 árvores que em breve estarão protegendo as duas maiores riquezas de nossa região: a água e o ar puro.

A Cartilha da Advocacia Sustentável pode ser acessada através do QRCode disponibilizado na Subseção da OAB em Santa Isabel.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments