Saúde: Faltas reduzem exames médicos

O não comparecimento a consultas com médicos especialistas prejudica o atendimento à população e impede a ampliação do número de vagas para exames

Cidades Saúde Em 20/04/2017 20:44:16

Reportagem: Bruno Martins

 

A secretaria Estadual de Saúde notificou Santa Isabel na semana passada depois do município conseguir dez vagas com neurologista, mas apenas um paciente comparecer a consulta. Atualmente a demanda reprimida da cidade para essa especialidade é de 557 pessoas na fila. Secretaria lamenta o fato e reforça a necessidade de conscientização da população. 

A coordenadora da central de regulação de vagas de Santa Isabel, Rosita Guedes explica que as vagas foram conseguidas através da Central de Regulação de Ofertas de Serviço da Saúde (Cross), órgão gerenciado pela secretaria de Saúde do Estado: “Elas vieram por meio de vagas bolsões, quando um município ganha, mas não pode ir ou não tem demanda para preencher as vagas, as consultas ficam em aberto no site. O município que encontrar primeiro pega as vagas, por isso, para conseguirmos agendamento nossa equipe entra constantemente no sistema, desta vez fomos contemplados, mas quando conseguimos infelizmente tivemos este absenteísmo gigantesco”, lamenta. 

As vagas foram abertas no sistema Cross no dia 06/03 e as consultas agendadas para o dia 13/03: “As vagas bolsões surgem e as consultas são marcadas em um curto espaço de tempo, por isso ligamos para cada um dos dez pacientes informando-os de suas consultas e reforçamos a necessidade de comparecerem. Contudo, mas fomos alertados pelo Estado que dos dez agendamentos apenas um paciente compareceu”, diz. 

A secretaria de Saúde do Estado notificou Santa Isabel na segunda-feira, 10/04, para que tome as devidas providência sobre essas ausências: “Com 90% de absenteísmo, o município corre um sério risco de não conseguir mais vagas por conta do número de faltas, é importante que se a pessoa não puder comparecer informe à Secretaria com antecedência, pois assim conseguimos colocar outra pessoa no lugar”, reforça. 

Segundo dados da própria secretaria de Saúde de Santa Isabel, a cada cem consultas agendas por mês, cerca de 30 pacientes não compareceram. Além de neurologia as outras maiores demandas da Saúde são urologia e vascular. Devido à dificuldade em conseguir tais vagas pelo Estado, a Prefeitura estuda a possibilidade de contratar dois neurologistas, para atendimento adulto e infantil, um urologista e um vascular.  

 

Notícias Relacionadas