No Pé do Ouvido

por Redação

Crônicas Em 19/11/2021 22:37:54

IGARATÁ

FERVURA - Quando o ambiente político em Igaratá parecia que tinha se acalmado, o caldeirão voltou a ferver. Desta vez, o que causou o incêndio foi a ida do Prefeito Elzo de Souza para as redes sociais reclamar com todas as letras de que os vereadores Albert Ursão, Gabriel Prianti e Silvio Jorge estariam atrapalhando a sua gestão e que não queriam o desenvolvimento de Igaratá. Não disse nem como e nem porque atrapalhavam, mas reclamou!

FERVURA 2 - Aparentemente pegos de surpresa com as críticas públicas feita pelo Prefeito, os vereadores revidaram, cada um individualmente e depois os três juntos, manifestaram repúdio às declarações do Prefeito e expuseram todos os recursos financeiros e ações que conseguiram para Igaratá neste ano. Sambaram Legal!

MENTIRA - Aproveitaram a ocasião ainda para tirar uma lasquinha e dizer que o Prefeito mentiu quando disse que atrapalhavam e lembrar que o único projeto de iniciativa do Prefeito que se posicionaram contra foi exatamente aquele que aumentou abusivamente a taxa de coleta do lixo, enfatizando que isso foi uma mordida sem justificativa e sem precedentes nos bolsos dos contribuintes, que certamente irão berrar quando a conta chegar, no ano que vem. 

SAIU PERDENDO – Mas o que realmente chama a atenção no episódio é a situação a que se expôs o Prefeito Elzo, um político experiente, que criou para si uma situação de conflito na qual o único que não tem nada a ganhar com isso é exatamente ele e sua gestão. Quis bater e acabou apanhando. Totalmente sem necessidade.

SUPER LIXO - A Câmara de Igaratá tem 09 vereadores, dos quais 06 votam incondicionalmente com o Prefeito, inclusive em situações que causam desgaste extremo para os políticos, como no caso da megataxação da coleta de lixo, que os vereadores de oposição fizeram questão de lembrar. 

DEMOCRACIA - Conviver com uma oposição em menor número é refresco para os políticos com cargo no Executivo, em qualquer ambiente democrático. Se não existisse oposição, aí sim seria motivo de preocupação, porque certamente alguma coisa estaria errada. Imagina se o atual Prefeito tivesse que conviver, com a oposição em maior número na Câmara Municipal, como foi o caso recente do ex-Prefeito Celso Palau. Surtaria!

APROVEITADOR - É no momento de crise, que os espertalhões dão um jeito de tirar proveito. Até mesmo numa pandemia isso acontece. Tem uma pessoa, servidor público concursado da Prefeitura de Igaratá, que ficou licenciada do serviço público, a seu pedido, por quatro anos. Neste período não trabalhou e também não recebeu nenhum real de salário.

APROVEITADOR 2 - Com a mudança de gestão em janeiro deste ano, quando o Prefeito que assumiu é seu parente, pediu para retornar. Até aí, tudo bem, a não ser por um detalhe. Como é do grupo de risco de maiores de 60 anos, voltou apenas no papel, porque todos os servidores da Prefeitura que estavam nesta condição, foram autorizados a ficar em casa para não se exporem ao risco de contaminação pela Covid -19. E continuou a tocar a sua vida normalmente, só que recebendo o salário do seu cargo público. Assim, recebeu o salário de janeiro a junho deste ano, sem maiores problemas.

APROVEITADOR 3 - A partir de julho, quando os servidores com mais de 60 anos já deveriam estar todos vacinados e foram convocados para retornar ao trabalho, a pessoa, requereu novamente a licença do trabalho público, que é sem remuneração. Se não foi ilegal a manobra, imoral foi.  

APROVA FÁCIL – O programa que agiliza a aprovação de projetos arquitetônicos em Igaratá está sendo gestado pelo prefeito Elzo de Souza. Ele prevê que qualquer projeto de construção que seja protocolado na Prefeitura seja aprovado rapidamente, gerando emprego, taxas e impostos além de consumo de material de construção civil para o município.

APROVA FÁCIL 2 – A existência desse programa é decorrência direta de um decreto lavrado pelo ex-prefeito Celso Palau que criou a aprovação pelo contorno da obra. Para ser examinada e colocada sob aprovação dos órgãos públicos, basta o interessado apresentar a planta registrando o contorno do prédio a ser construído, simplificando a análise do projeto.

SANTA ISABEL

ASFALTO E CRECHE – O vereador isabelense Jorginho Capoeira até ficou emocionado. Recebeu uma mensagem telefônica feita pessoalmente pelo sub secretário de Estado, Ortiz Junior, comunicando a liberação, a seu pedido, de R$900.000,00. Serão R$400.000 para asfaltar a Rua Walther Ayres Veiga, no Aralu, e R$500.000,00 para a reforma da creche do Jd Eldorado.

ASFALTO E CRECHE 2 – Segundo a mensagem enviada ao Vereador, o recurso deveria entrar no sistema da Prefeitura nessa semana. Mas, ainda não foi possível a confirmação!

FESTA – Se colocar na balança a festa de aniversário do ex-vereador Alencar Galbiatti causou mais dissabores do que aplausos. Foram inúmeras as reclamações de motoristas que tiveram dificuldade de acessar o Jardim Novo Eden, impedido pelo fluxo de veículos estacionados ao longo da Avenida Antero Cianflone.

FESTA 2 – Foi louvável a coleta de alimentos que resultou em quase meia toneladas de produtos que serão doados às famílias carentes. Chamou também a atenção o desperdício registrado no dia seguinte pelos primeiros frequentadores do clube Lanifício. O evento serviu principalmente para Alencar exibir a sua força na política regional.

OAB – A disputa pela gestão da OAB subseção de Santa Isabel e Igaratá continua fervilhando no meio jurídicos. A Justiça recorrida mutuamente contra cada uma das chapas, considerou que ambas estão aptas a concorrer, encerrando o embate. Caberá aos advogados escolher, no dia 25, aquele que considerar mais capaz para assumir o cargo.

CAPOTOU – O ex-secretário de serviços municipais, Kadu Barbosa, sofreu um grave acidente na Rodovia Presidente Dutra. O veículo ficou moído a tal ponto que o policial rodoviário chamou de milagre o fato de Kadu sair de dentro dos destroços sem ter um único osso quebrado. 

CAPOTOU 2 – Socorrido, foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento – UPA, onde recebeu todos os cuidados até ser transferido para a Santa Casa. Deitado em seu leito, Kadu confessou que deve ter dormido ao volante pois não se recorda de nada até o momento em que o carro começou a dar piruetas. “Está vendo essa marca? É do cinto de segurança, é graças a Deus e a ele que estou vivo”, disse.

JUDO – Uma solenidade foi agendada ontem na Câmara Municipal de Santa Isabel para graduar alunos praticantes da arte marcial: Judô. A Prefeitura de Santa Isabel informou que não programou para os alunos do judô da secretaria de Esportes nenhum evento esportivo desta natureza, não sendo responsável pela atividade.

JUDO 2 – Aparentemente, a associação que promoveu a solenidade está inapta na Receita Federal, não tendo autoridade para graduar alunos desta modalidade. A prefeitura explica que, quando promover exames de faixa para seus alunos, todas as regras do regulamento da modalidade esportiva especificadas pela Confederação Brasileira de Judô serão devidamente respeitadas. Os pais que tiverem dúvidas devem procurar a secretaria de Esportes.