No Pé do Ouvido

por Redação

edição 1.447
Os bastidores da política regional, no Pé do Ouvido.

Confira os destaques do Pé do Ouvido da edição 1.461 do Jornal Ouvidor. Fique por dentro dos bastidores da região.

BRASIL

CENSO – O IBGE divulgou ontem que o Brasil tem mais templos religiosos do que estabelecimentos de ensino e de saúde somados. São 580 mil imóveis utilizados como igrejas ou templos e 264 mil escolas e 248 mil unidades de saúde. Resumindo são 68 mil igrejas a mais. A região campeã em religiosidades é o Nordeste.

ARUJÁ

PRESIDENTE – Nesta semana o vereador e Presidente da Câmara de Arujá, Gabriel dos Santos (PSD) esteve no programa De Frente com o Ouvidor para falar das suas expectativas para o terceiro mandato como presidente da Câmara Arujaense. O vereador não se limitou em responder as perguntas dos entrevistadores, mas também fez questão de responder e explicar alguns apontamentos feitos pelos internautas que acompanharam a live. O mesmo espaço segue aberto aos demais vereadores da região e principalmente aos presidentes das câmaras de Santa Isabel e Igaratá.

IGARATÁ

SAUDADES – Definitivamente os dias de glória da frota de ambulâncias da prefeitura de Igaratá ficaram no passado. Se antigamente, Igaratá se orgulha de ter a maior e mais nova frota de ambulância de todas as cidades pequenas da região, a realidade hoje é outra.

USADA – A Prefeitura adquiriu da vizinha Guararema uma ambulância usada, 2013, com onze anos de uso, o que não é pouco para nenhum veículo e mais ainda para este tipo, que normalmente são usados à exaustão.

PRIMO POBRE – A ambulância que não servia mais para Guararema é o que Igaratá adquiriu. Lembra a história do primo rico e do primo pobre. O valor da ambulância usada adquirida foi de R$ 48.960,00.

CARNAVAL – A Prefeitura contratou com inexigibilidade de licitação a Banda Phaser para tocar em quatro dias de carnaval. O valor da contratação é de R$ 70.000,00 ou quase duas ambulâncias usadas.

JÁ? – Inaugurada há poucos dias, a Praça de Eventos onde será realizado o carnaval deste ano já apresenta defeitos. Conforme algumas fotos do local, o piso em alguns pontos está literalmente se desfazendo. Como toda obra tem 5 anos de garantia, a Prefeitura tem que cobrar a empreiteira, senão, o conserto que é bom, nada.

FARMÁCIA – Como rendeu a história da revogação do alvará da farmácia comunitária, não faltou quem tivesse a curiosidade de verificar qual era o documento que a Prefeitura disse que faltava para a farmácia que iria distribuir remédio de graça para a população mais necessitada, não pudesse funcionar.

AAAFFFF! – O tal documento atende pelo nome de AFE (Autorização de Funcionamento), que pode ser consultado no site da Anvisa, sobre qualquer farmácia em todo o território nacional.

NÃO TEM – Um profissional da área da saúde realizou a pesquisa e garante que o site não fornece a informação se a Prefeitura tem ou não o referido documento, em relação à farmácia do posto de saúde. Segundo essa pessoa isso é porque a Prefeitura simplesmente não tem a referida documentação.

MOSTRA AÍ! – Se for verdade, é o caso da casa de ferreiro, onde o espeto é de pau. Está exigindo de outros, o que não tem. Agora, se não for esse o caso, não custa nada a Prefeitura publicar a tal AFE e acabar com o assunto.

SANTA ISABEL

CORRIDA – A chegada do mês de fevereiro já disparou a corrida visando às disputas de vagas de candidaturas. Mas, antes delas, já tem as buscas de “nominatas”, documento através do qual os partidos nomeiam seus representantes em cada município. Tudo indica que diversos partidos vão mudar de mãos nos próximos dias.

CORRIDA 2 – Na Câmara, já que a janela para mudança de partidos se abre brevemente (de março a abril), além da corrida atrás de partidos, corre a disputa por novos cargos, especialmente os aspirantes a assumir o cargo de vice de um candidato majoritário.

CORRIDA 3 – Nessa fila seguem os nomes de Luizão Arquiteto, Bruna do Pat. Segundo conversas de bastidores, essa última já recebeu convite de três partidos diferentes. Resta saber se haverá mais de três candidatos ao cargo majoritário em Santa Isabel. Está havendo muito discurso e pouca ação.

CORRIDA 4 – Fora da Câmara outros nomes estão na lista. Kadu até já abriu escritório para um partido cuja sigla ele não revela, na avenida Fernandes Cardoso. Segue os passos de seu mentor e ex-aliado, Alencar Galbiati cujo escritório na estrada de Arujá nunca fechou. Esse promete assumir a disputa pelo cargo majoritário, mas há controvérsias. Dizem que o seu partido do coração, o PSD está fadado a ser vice na chapa do PL.

CORRIDA 5 – Nos corredores da Prefeitura o nome mais falado tem sido o da atual vice, Terezinha Pedroso. Mas nada está cristalizado ainda, o que se sabe é que na eventual reeleição de Chinchilla ela permanece no Governo, pois tem sido uma das mais atuantes secretárias da atual administração.

ROTA LIVRE – Está baixa a adesão ao cadastro do cartão de transporte gratuito. O povo não está se cadastrando com medo de alguma coisa que ninguém explica. A principal queixa é que os horários dos coletivos não batem com o da população. É quase unânime a informação que as rotas não atendem aos interesses dos passageiros.

ORIGEM E DESTINO – É através do cartão que a administração municipal poderá identificar a quantidade de pessoas que vão entrar no ônibus em determinado lugar com destino a outro. Sem esse conhecimento os horários vão continuar a ser insuficientes para atender o interesse da população. A organização das Rotas Livres requer informações confiáveis. E essas serão obtidas através do cadastro.

TRANSPORTE ESTUDANTIL – A Prefeitura abriu licitação para gestão das verbas destinadas ao transporte de estudantes de escolas técnicas e universitárias do município. O que esteve nas mãos da AETUSI nos últimos anos, agora migrou para a Associação Afro. Inconformada por perder esse recurso, a AETUSI já protocolou seus protestos na Justiça. Pretende reformar essa decisão. Enquanto isso, para garantir o subsídio de 50% nas despesas do transporte, é recomendável que os estudantes se inscrevam em ambas as instituições.

CONSELHO – Não é de hoje que se sabe que uma pessoa do Conselho Tutelar de Santa Isabel não está em dia com suas obrigações para manutenção do cargo. A mesma pessoa já foi denunciada por estar residindo fora do município, o que o próprio Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) não permite, uma vez que para exercício importante de tal cargo a exigência é que o conselheiro resida em sua cidade de atuação.

CONSELHO 2 – Ao que parece, nada foi feito, mas algo mais grave está em jogo. A fim de acabar com os murmurinhos de que não estaria morando em Santa Isabel e assim manter o emprego, a tal pessoa conseguiu, com apoio de um ex-vereador, um endereço, supostamente, falso aqui na cidade. Será que os suplentes estão acompanhando essas ilegalidades?

SABESP – Moradores estão denunciando cobranças abusivas no valor da conta de água em Santa Isabel. No Bairro Lanifício por exemplo, uma família, composta apenas por um casal que está acostumada a pagar cerca de R$86,00 por mês, foi surpreendida com uma fatura de R$1.040,00. Pelo menos cinco famílias no mesmo bairro denunciam valores excessivos na fatura. A Companhia garantiu que enviará um técnico ao Bairro na próxima segunda-feira, para visitar todas as casas e descobrir o por que dos valores tão altos.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments