segunda-feira, junho 27, 2022
spot_img
InícioColunistasNo Pé do Ouvido

No Pé do Ouvido

por Redação

IGARATÁ

GESTÃO PÚBLICA – Nesta semana ocorreu, em São José dos Campos, o evento Governo na Área, uma iniciativa do Estado que aproxima a gestão pública dos políticos e Prefeituras em todas as regiões de São Paulo. Ela compreende uma agenda robusta de entregas no estado, que são fundamentais para o fortalecimento dos municípios paulistas em áreas estratégicas como educação, saúde, segurança e desenvolvimento socioeconômico, entre outras.

BEIJA MÃO – No final o evento virou uma grande festa, com políticos para todos os lados. De Igaratá, oposição e situação marcaram presença em peso no beija mão oficial. O que mais se viu nas redes sociais foram postagens do evento.

BOM DEMAIS – De concreto, os vereadores da oposição Albert Ursão, Gabriel Prianti e Silvio Jorge trouxeram na bagagem um caminhão lotado de implementos agrícolas novinhos para auxiliar as atividades dos produtores rurais. Coube ao deputado estadual e ex-Secretário de Agricultura do Estado, Itamar Borges, fazer as honras da casa e enaltecer o trabalho dos vereadores. Fizeram mais um golaço!

QUADRA – E realmente a semana rendeu para os três vereadores da oposição. Na terça-feira, foi a vez do ex-Ministro e ex-Secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares, fazer uma visita à Escola Estadual do Coronel e reafirmar o compromisso do governo estadual na construção de uma nova quadra coberta para a Escola.

ATRÁS DE VOTOS – Os professores da Escola Coronel que tiveram a oportunidade de participar do encontro com Rossieli Soares, tiveram a melhor impressão possível do ex-Secretário, que cativou pela simplicidade, raciocínio rápido e pleno conhecimento de todos os percalços da rede pública de educação.

ÔNIBUS – Mais tarde, quando foi recebido na casa do ex-Prefeito Celso Palau, Rossieli Soares confirmou que Igaratá receberá também um novo ônibus para o transporte de alunos.

EM CASA – Esbanjando carisma por onde passa o cantor Sergio Reis se apresenta como o novo morador de Igaratá. Diz que veio com uma mudança que encheu sete caminhões e que por aqui pretende ficar. Ele confessa que adora o sol que aqui brilha. O bom é que também ilumina a cidade!

EXPLICA AÍ – A notícia veiculada pelo Ouvidor na semana passada dando conta que o ex-vereador Carlos Alexandre, mesmo atuando em Igaratá no cargo comissionado de assessor de imprensa, desde janeiro de 2.021, continuou vinculado, trabalhando e recebendo também na Prefeitura de Arujá, como professor PEB- I, no mesmo período, fez algumas pessoas levantarem ainda mais dúvidas sobre o episódio.

EXPLICA AÍ 2 – Lembraram que Carlos Alexandre, também ocupou entre os anos de 2.013 e 2.016, na gestão anterior do Prefeito Elzo de Souza, o mesmo cargo de assessor de imprensa na Prefeitura de Igaratá e já era servidor público em Arujá.

EXPLICA AÍ 3– Daí surgiu a questão seguinte: Se trabalhou e recebeu das duas Prefeituras, também neste período, a sua situação já vem irregular há muitos anos e o problema é bem maior do que se pensava.

EXPLICA AÍ 4– Se neste período, de 2.013 a 2.016, se afastou de Arujá e trabalhou e recebeu somente em Igaratá, está tudo bem, fez o certo. Só que daí a pergunta é outra. Se já havia se afastado, porque sabia que não poderia acumular, porque agora não fez a mesma coisa, já que tanto ele Carlos Alexandre, como o Prefeito Elzo, que o nomeou, já passaram pela mesma situação? O assunto vai render…

EXPLICA AÍ 5 – Os vereadores em geral, tão atentos às condições da Prefeitura, bem que podiam encontrar explicações para essas dúvidas. Resta saber: se eles não fizerem, o Ministério Público vai fazer? Não há o que temer, o que pode acontecer é ter de devolver todo o dinheiro que recebeu indevidamente.

SANTA ISABEL

VAZOU – A rede social particular do Prefeito Carlos Chinchilla volta a surpreender. Essa semana, a veiculação de uma imagem com a tarja: Aguardando Aprovação foi um luxo de furo da comunicação. Com tantos parceiros de peso, se errar na informação corre o risco de perder bons aliados.

COVID – A secretária de Saúde Helena Inácio e a diretora Célia Brito foram diagnosticadas com Covid-19. Ambas com sintomas leves e em isolamento. O quadro clínico delas fez com que a reunião do conselho de saúde fosse adiada em cima da hora, restando pouco tempo para avaliar a prestação de contas.

MANIFESTO – O morador mais antigo da área do núcleo Lourenço Ávila tem 86 anos. Há 20 reside numa área cuja infraestrutura é quase zero. Ainda assim, como muitos, paga Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

NA LEI – O IPTU é exigível desde que a área seja dentro do perímetro urbano. E perímetro urbano é fixado por lei. É possível encontrar imóvel dentro da cidade que paga Incra porque em alguns casos o imóvel é utilizado para uma atividade rural (pecuária, plantação, etc). Ou seja, o uso é relevante também para fixar se é INCRA ou IPTU.

DICA – Para saber se um loteamento é ou não regular, basta identificar as condições em que ele é apresentado. Todo loteamento REGULAR tem que ser entregue com toda infraestrutura: calçamento, iluminação, coleta de esgoto, etc.

VULNERABILIDADE – Quando questionados, por qual motivo compraram um imóvel sem água encanada, coleta de esgoto, calçamento e, principalmente, sem energia. Na mesma hora os moradores responderam: “É onde conseguimos pagar”.

VULNERABILIDADE 2 – Contudo, todo o transtorno da falta de infraestrutura e a despesa com o processo de regularização que, em tese deveria ter sido paga pelo dono original da propriedade, recai sobre o cidadão que investe todas as economias para ter a casa própria. E, na prática, poucas vezes vemos o responsável pelo parcelamento irregular do solo ser penalizado. Fique atento, pois o sonho de pagar mais “barato”, pode custar bem mais caro.

IPTU – O vereador Edson Gloria reclamou que a prefeitura de Santa Isabel afirma que adiou o processo de regularização fundiária de um trecho do Bairro Jd. Eldorado com a justificativa de que estamos em ano eleitoral. “Essa eleição é para nível estadual e federal, não vejo empecilhos e mais: para cobrar IPTU não tem ano eleitoral né?!”.

SAÚDE – O vereador Zé da Mula quer saber quantos médicos a Santa casa tem e quais horários e funções desempenham no hospital. Não as sabe se ele pediu a irmandade antes de transformar sua curiosidade em requerimento.

SAÚDE 2 – Causou apenas uma certa estranheza ele sequer citar a dívida milionária da Sociedade Beneficente Caminho de Damasco com o município. Além disso, a dívida é resultado de metas qualitativas e quantitativas que não foram cumpridas, sendo assim, não seria interessante perguntar também como estão funcionando os postos de saúde?!

VALIDADE – O vereador Marcos Cannor questionou sobre a validade do asfalto da Av. Cel Bertoldo. Afinal, se por um lado a população aprova que a prefeitura tenha, depois de meses, fechado uma cratera aberta próximo ao destacamento da Polícia Militar.

VALIDADE 2 – Por outro lado, esse serviço deveria ter sido feito pela empresa responsável pela pavimentação. O serviço deve ficar 05 anos na validade, qualquer reparo deve ser feito pela empresa vencedora do certame e executora do serviço.

TERCEIRIZAR – A prefeitura de Santa Isabel está com chamamento público em aberto, uma única entidade está sendo convidada para contrato de gestão, operacionalização e execução das ações dos serviços de saúde da Atenção Primária à Saúde (Unidades de Saúde e Estratégias de Saúde da Família); e Atenção Especializada (Serviços de Especialidades); RH Setor de Zoonoses e Central de Transporte Sanitário).

RELATED ARTICLES

No Pé do Ouvido

A Farsa

Homero vira lenda

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Most Popular

Recent Comments

Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Ana Maria Monteiro da Silva on Homero vira lenda
Agenor Vallone on Homero vira lenda
Ana Paula Carrara on Homero vira lenda
José Francisco "Chiquinho" on Mais segurança em Arujá