quarta-feira, junho 29, 2022
spot_img

No Pé do Ouvido

Com uma pitada de bom humor e claro muito Jornalismo, você confere no site do Ouvidor a coluna mais lida em nossos 32 anos. Os bastidores da nossa política de Igaratá, Arujá e Santa Isabel no Pé do Ouvido.

IGARATÁ

CANCELA – Foram colocados três enormes e pesadas canceladas de concreto para bloquear o trânsito de caminhões pesados e longos no trecho pavimentado da avenida do desvio do pedágio. São veículos que danificam o asfalto, as guias e calçadas, como já se vê em diversos pontos.

CANCELA 2 – Uma das cancelas foi derrubada no início da semana passada, possivelmente, pelo motorista de algum caminhão descontente com a proibição de transitar pelo local. Derrubou, passou e pronto.

CANCELA 3 – Em quase duas semanas não apareceu nenhuma máquina da Prefeitura para levantar o tal bloco de concreto. Aliás, nem adianta mais levantar porque o bloco está todo danificado de tanto ser derrubado. Precisa ser substituído. Na peleja entre motoristas infratores e a fiscalização e atitude da Prefeitura, 7×1 para os fora da lei é pouco.

CLANDESTINOS – A Câmara aprovou o texto de uma lei impondo o congelamento de núcleos de moradias em loteamentos clandestinos. Um dos maiores entusiastas da Lei, o vereador Silvio Jorge, defendeu essa bandeira desde sempre. A criação da lei é louvável, mas se não houver fiscalização de nada adianta.

CLANDESTINOS 2 – Aliás, a lei federal já existe há muito tempo proibindo e punindo os loteamentos clandestinos, mas mesmo assim, não dá para esconder que muitos se formaram, na cara de todo mundo.

BIG BROTHER – Em tempos de redes sociais, político local vira participante de “big brother”. Mas tem alguns que parece que ainda não se deram conta disto. Populares notaram e tiraram várias fotos de um veículo Focus preto da Câmara Municipal, que permaneceu estacionado por horas, durante alguns dias da semana, na Avenida José Prianti Sobrinho.

BIG BROTHER 2 – Não demorou para logo cruzarem as informações e verificarem que nas proximidades do local fica a oficina do presidente da Câmara, o vereador Moacir. Bom, como o veículo não é nenhuma entidade para dar expediente próprio na rua, ninguém melhor que o vereador para explicar esse “rolezinho” do tipo “nada a ver” do veículo.

SAIA JUSTA – As eleições estaduais acabam criando situações locais, que se não chegam a ser constrangedoras, são bastante curiosas. O PSDB terá como candidato a reeleição, o atual Governador Rodrigo Garcia. Parte do PL, liderados pelo Deputado André do Prado, declarou apoio ao Governador.

SAIA JUSTA 2 – Logo, o PSDB e o PL, em Igaratá, arquirrivais históricos, com disputa certa agendada de quatro em quatro anos, em tese terão o mesmo candidato, o que não deixa de ser estranho e coloca o pessoal local na verdadeira “saia justa”.

SAIA JUSTA 3 – Por outro lado, com a implosão dos acertos na esfera estadual, o PSD, que por aqui é primo-irmão do PSDB, desta vez, vai tentar carreira solo com candidato próprio, o ex-prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth.

SAIA JUSTA 4 – E o PSB que também é parceiro local do PSDB, na esfera estadual tem o seu candidato, o ex-governador Marcio França. Opção tem de sobra. Sorte daqueles e que não são poucos, que gostam de pôr os pés em duas ou mais canoas. Desta vez, ao que parece, está sobrando canoa.

SANTA ISABEL

INDIGNADOS – Os vereadores mais veteranos da Câmara de Santa Isabel confessam que estão morrendo de vergonha do espetáculo protagonizado por alguns dos vereadores novatos na sessão de terça-feira passada. A sessão ficou longa e cansativa graças às excessivas manifestações dos ocupantes da tribuna.

INDIGNADOS 2 – Defendendo uma lombo-faixa um vereador usou mais de 15 minutos do precioso tempo. Além disso utilizou-se de palavreado inadequado para o ambiente parlamentar e demonstrou, sem sombra de dúvidas que desconhece o regimento interno da casa.

INDIGNADOS 3 – Alguns, mais experientes, comentam que com o objetivo de dar mais relevância a seus pedidos, outros vereadores transformam o que seria indicação em requerimento, na expectativa de obterem atendimento aos reclames pelo fato do objeto ter passado por votação.

INDIGNADOS 4 – O resultado é visível: o que poderia ocupar apenas alguns minutos de leitura acaba se alongando expulsando os internautas que acompanham os trabalhos e os poucos outros que vão pessoalmente ao plenário ver o desempenho dos vereadores.

TROCA – Tudo indica que os vereadores estão fazendo barganha com suas indicações e requerimentos. Só apoiam as matérias enviadas pelo executivo se, em contrapartida a administração municipal atender a seus pedidos. Desse jeito, o toma lá dá cá vai ganhando força e nem sempre atende aos interesses da população.

TROCA-TROCA – Nessa semana um grupo de vereadores foi convidado para uma reunião com o supersecretário Felipe Nabil. Estavam todos fulos de raiva por ter seus pedidos atendidos na velocidade que desejam. Entraram lobos e saíram cordeiros.

POLÍTICA – Em uma padaria da cidade o secretário Felipe Nabil foi se encontrar com o ex-vereador Clebão do Posto, coordenador do PL na cidade. No tempero dos salgadinhos as eleições para deputado na cidade. Ambos disputam o mesmo eleitorado e já admitem que cabe mais um. O nome que vai aparecer na corrida local é o de Rodrigo Gambale.

POLÍTICA 2 – Esse apoio ao Gambale aliás já anda causando problemas. O apoio original oferecido pelo ex-vereador Alencar acabou minguando diante do crescimento da pretendida candidatura de Kadu, que quer ampliar sua imagem pública disputando para deputado. Por conta disso, Alencar está se distanciando do atual Prefeito que está fechado com o atual deputado Gambale.

ESTREMECIDA – As relações do supersecretário Felipe Nabil com o prefeito Carlos Chinchilla estão abaladas. Isso porque o Prefeito insiste em tornar pública as suas decisões em prestações, dando aos adversários munição cada vez que ocupa a sua rede social para anunciar medidas à revelia do secretário.

ESTREMECIDA 2 – Nabil defende que todas as medidas que possam afetar as relações políticas devem ser tomadas em conjunto e divulgadas em um só pacote para que o eventual desgaste com a medida seja único e acabe logo.

QUIETO E CALADO – Como consequência dos fatos narrados acima, aparentemente o supersecretário Nabil vai se recolher. Será apenas secretário de Governo, agora com a missão de fiscalizar o executivo para criar uma almofada entre ele e os adversários políticos.

PELA PORTA DA FRENTE – Na última quinta-feira, uma reunião aconteceu entre representantes da Prefeitura e da Viação Suzano. A conclusão foi que é necessário encontrar uma saída honrosa para a empresa. As tratativas estão adiantadas e pode ser que até o final do mês, uma nova licitação seja proposta.

DIGITAL – Na última sessão de câmara, os vereadores de Santa Isabel votaram mais um projeto de modernização da Casa de Leis, para a implantação do chamado sistema eletrônico “CÂMARA SEM PAPEL”. Ainda não se sabe qual a economia que essa proposta irá trazer, pois a economia de papel só será possível com um sistema de proteção de dados de última geração.

DIGITAL 2 – Na linha da modernização, só falta a Câmara criar um canal de transmissão ao vivo que, depois da live, não seja apagada. Hoje, as sessões são transmitidas por uma rede social, imediatamente apagadas depois de transmitidas e, posteriormente, são novamente postadas nas redes com versões editadas.

DIGITAL 3 – Ainda não se sabe a utilidade da edição feita sobre as sessões de câmara. Quanto a câmara gasta de hora/pessoa dedicada a esse trabalho? Existe um contrato só para isso? Transparência é deixar a live como está, quem cometer erros que aprenda com eles, é parte do processo de aprendizado.

 

 

 

Érica Alcântara
Érica Alcântarahttps://jornalouvidor.com.br
Jornalista, escritora e poeta, Érica Alcântara se formou em Filosofia pela Universidade Federal de Ouro Preto, Bacharelado e Licenciatura e há mais de 10 anos atua como repórter do Jornal Ouvidor
RELATED ARTICLES
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Most Popular

Recent Comments

Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Ana Maria Monteiro da Silva on Homero vira lenda
Agenor Vallone on Homero vira lenda
Ana Paula Carrara on Homero vira lenda
José Francisco "Chiquinho" on Mais segurança em Arujá