Festa Julina da democracia

Janaina Camasmie
Janaina Camasmie é jornalista e advogada, especialista em Direito Político. Ela escreve para Ouvidor a cada 15 dias.

É nesse mês de julho, dia 20, que começam as convenções partidárias. Momento em que os partidos selecionam os candidatos a cargos eletivos, prefeito, vice-prefeito e vereadores para concorrerem as eleições municipais.

Foi notícia no Ouvidor

Início de uma grande festa, a festa da democracia, onde se abrem as ‘bandeiras’ ideológicas das agremiações partidárias e dos pré-candidatos. Em algumas situações, há muita ‘lenha na fogueira’. É o princípio de muitas promessas e, no desfecho, pode-se descobrir que ‘é mentira’. Em outros casos, verifica-se que ‘a ponte quebrou’ de verdade.

A competição entre os candidatos também é em busca das bênçãos dos ‘padres’ e amparo de todos os ‘santos’, e até mesmo aprovação de alguns nem tão ‘santos’ assim.

E não se pode olvidar, não brigar com o ‘delegado’, esse pode mandar prender.

Apesar de incumbir apenas aos partidos políticos e filiados a deliberação de quem serão os candidatos, neste primeiro momento, durante as convenções, que ocorrem do dia 20 de julho ao dia 5 de agosto, não é permitido aos eleitores participar dessa escola. No entanto, no dia 6 de outubro a seleção estará nas mãos dos eleitores, que têm o poder do voto.

Eleitores, estes que têm o poder de promover uma verdadeira ‘dança das cadeiras’ nas Câmara Municipais e entregar a cadeira maior do município, ao Prefeito escolhido.

A festa da Democracia só começou com as Convenções Partidárias!

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments