Durante o final de semana passado, a Etec de Santa Isabel ofereceu um curso completo de primeiros socorros para seus educadores. A capacitação atende aos pré-requisitos estabelecidos pela Lei Lucas (13.722/2018).

Mas você saber o que é a Lei Lucas?

Sancionada em outubro de 2018, a Lei Lucas obriga as escolas, públicas e privadas e espaços de recreação infantil a se prepararem para atendimentos de primeiros socorros. O objetivo da norma é evitar mortes que poderiam ser evitadas caso os profissionais tivessem estes conhecimentos básicos.

Veja Também

A história por detrás da Lei

Lucas Begalli era um garoto saudável e cheio de vida, um dia ele saiu de casa para participar de uma excursão da escola e nunca mais voltou. Ele tinha 10 anos, quando morreu tragicamente engasgado com um pedaço do lanche.

O caso aconteceu em Campinas e ganhou notoriedade com a suspeita de que a criança poderia sobreviver se tivesse recebido os primeiros socorros de forma rápida e adequada. Lucas chegou a ser transferido em uma UTI móvel para o hospital, mas acabou falecendo. Ele sofreu sete paradas cardíacas em 50 minutos de tentativas de ressuscitação.

É possível que, se houvesse tentativas de reanimá-lo antes da chegada da UTI móvel, talvez ele estivesse vivo, pois o tempo nesses casos é um dos mais importantes fatores para a sobrevivência do paciente.

Alessandra Begalli, a mãe de Lucas, se mobilizou para lutar por uma causa: “A de que nenhuma outra mãe perdesse o filho da mesma maneira”, e para isso precisava criar uma lei, até então, inexistente na legislação brasileira.

Os pais podem se informar se as escolas, onde seus filhos estão matriculados, a lei está sendo cumprida. Há penalidades para quem não cumprir a lei. A punição começa com notificações pelo descumprimento da lei. Após isso, pode haver multa e até mesmo a cassação do alvará ou responsabilização patrimonial.

Aqui na região, a Etec saiu na frente e já está preparada. “Queremos oferecer um ambiente mais seguro para nossos alunos, e isso inclui saber agir quando os imprevistos acontecem. Socorrer para salvar vidas”, disse a diretora Gisele Adriana.

Na rede municipal de ensino as prefeituras de Arujá e Igaratá não responderam os questionamentos da reportagem. Apenas Santa Isabel que diz: “No mês de agosto (dias 24 e 25 de agosto) a Secretaria Municipal de Educação ofertará em parceria com o Sistema de Ensino SET Brasil, uma Orientação Técnica para os funcionários do grupo de apoio das escolas municipais, sobre a Lei Lucas 13.722/18”.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments