Início Saúde

Casos de gripe lotam a emergência

Ministério da Saúde estende vacinação contra a gripe para toda a população. Na região, atendimentos gripais seguem sobrecarregando unidades de emergência

UPA de Santa Isabel atendeu oito vezes mais casos de gripe no primeiro semestre deste ano, do que todos os postos de saúde da cidade juntos. Foto: WhatsApp Ouvidor

A partir deste sábado, 25/06, a vacina da gripe estará liberada para toda a população com ao menos seis meses de idade. Na região, há quase três meses do início da campanha, as cidades tentam atingir a meta em cima dos grupos prioritários, enquanto na contramão, os casos de pacientes com sintomas gripais ainda sobrecarregam os Prontos Socorros.

No início deste ano, a região passou por um aumento avassalador de casos de pacientes com gripe, o que obrigou as secretarias de Saúde a criar estratégias de atendimento a fim desafogar suas unidades de emergência.

A grande onda de gripe diminuiu ainda antes do início da campanha nacional de vacinação que começou em 04 de abril. Mas em meio ao sobe e desce de novos casos, os números atuais ainda indicam uma alta procura por atendimento de pacientes apresentando sintomas gripais e com problemas respiratórios já avançados.

De janeiro a junho, somando todos os oito postos de saúde da família, mais as quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) a atenção básica atendeu 503 casos de pacientes com sintomas gripais, enquanto na UPA 3.944 pacientes foram atendidos, quase oito vezes mais.

O diretor Clínico da UPA de Santa Isabel, Dr. Luís Jimenez, explica que ter atenção aos sinais e sintomas e a persistência deles por um longo período, pode determinar se o caso deve ser atendido pelos postos de saúde ou pelas unidades de emergência.

“Os sintomas leves não devem durar por mais de dez dias é aí que entra o papel dos postos de saúde, no monitoramento destes pacientes. No caso de síndrome gripal, ela pode ser considerada emergência devido a persistência da falta de ar, desconforto respiratório e aumento de febre por mais de três dias, sintomas que se tornam ainda mais perigosos em pacientes imunossuprimidos”, alerta.

Em Arujá, nos seis primeiros meses deste ano, as unidades do PA Central e do PAM Barreto atenderam um total de 10.200 casos de pacientes, entre adultos e crianças, gripados e com síndrome respiratória aguda grave. A cidade projeta anualmente um aumento nestes casos, principalmente com a chegada do inverno, mas a secretaria de Saúde afirma que a campanha de vacinação contra a gripe contribui sempre para a redução de novos casos.

Veja Mais

Sem divulgar números, Arujá informou ainda que conseguiu atingir a meta nos grupos prioritários na campanha de vacinação, principalmente após a implantação do Projeto Saúde nos Bairros, em que utilizando de um veículo Van, as equipes de saúde percorrem os bairros mais distantes do centro distribuindo atendimento e vacinando a população contra a gripe e a covid-19.

Em Igaratá o início de junho apresentou um aumento de casos de pacientes com sintomas gripais, mas de acordo com a secretaria de Saúde, “nada tão alarmante”. De primeiro de janeiro até o último dia 15 de junho, o Posto de Atendimento Central de Igaratá atendeu cerca de 500 pessoas com síndrome gripal, informou a Pasta.

Dr. Luís Jimenez alerta ainda para importância da população em aderir as campanhas de vacinação contra a gripe: “Todos os anos, surgem novas variantes da gripe Influenza, por isso, é importante se vacinar a cada ano. Só assim evitaremos complicações pelas novas cepas que podem continuar superlotando nossas emergências”, disse.

Vacina para todos

O anúncio da liberação da vacina para toda a população, já havia sido antecipado pelo Ministério da Saúde no início deste mês, conforme nota técnica da própria Pasta. O uso da vacina no público geral vai depender do estoque de doses disponíveis nos municípios.
O Ministério da Saúde informou ainda, que o governo federal distribuiu no começo do ano 80 milhões de vacinas contra a gripe Influenza A.

Na região, a vacina da gripe segue disponível para aplicação em todos os postos de saúde. No caso de Santa Isabel, a Saúde realiza neste domingo, 26/06, o “Arraiá da Vacinação”, na Praça Fernando Lopes, centro, no período da manhã. Além da vacina Influenza também estará disponível a vacina contra a covid-19.

Se inscrever
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
wpDiscuz
Sair da versão mobile