Carnaval homenageará Homero Vallone e Maria Baiana

Santa Isabel homenageará dois importantes ícones do carnaval da cidade, Homero Vallone e Maria Baiana

Homero Vallone e Maria Baiana
Homero Vallone e Maria Baiana serão homenageados no carnaval isabelense 2023.

Santa Isabel terá em 2023 um Carnaval repleto de significado. A festa traz uma homenagem a dois ícones da cultura isabelense; Homero Vallone e Maria Baiana, ambos com histórias entrelaçadas a cultura local. O tema carnavalesco foi nomeado “Homeria Baiana”, em referência aos nomes dos personagens, que deixaram vivos legados vindos de outros carnavais.

Veja Também

Entre os dias 17 e 21 de fevereiro, a festa organizada pela Prefeitura de Santa Isabel trará atrações divididas em quatro noites, além de matinês diurnas para públicos de todas as idades. Dentre as referências aos homenageados, se destaca o samba enredo do evento, que trará um pouco da história de cada um deles.

Homero José Vallone nasceu em Santa Isabel na década de 60, e seu primeiro contato com a cultura foi por meio da música, quando tocou na fanfarra municipal.

Mas esse foi apenas o passo inicial de uma vida voltada a tantas expressões artísticas. Homero organizava desfiles, bailes, eventos e concursos que movimentavam a cidade. Fez parte de importantes projetos voltados a cultura isabelense, sempre com ideias a frente de seu tempo, e vontade de trabalhar pelo município!

Nos Carnavais, como servidor público, trabalhava todos os dias atuando em diferentes setores da festa e acompanhando de perto cada detalhe. No ano passado, um problema cardíaco pôs um ponto final a trajetória de Homero. Em 05 de junho de 2022, ele faleceu, deixando seu irmão Agenor, e suas sobrinhas, Kaiane e Lorena, além de muitos amigos e um legado valioso sobre a memória cultural de Santa Isabel.

Já Maria das Mercês Pereira dos Santos, mais conhecida como Maria Baiana, nasceu em Minas Gerais, em 1952. A mineira, de coração isabelense, firmou-se como uma das maiores entusiastas do Carnaval de Santa Isabel, atuando nas comemorações desde a década de 70. Um de seus principais feitos foi ter fundado a Escola de Samba Imperatriz do Jardim Eldorado, que em seu auge, contou com cerca de 300 membros, e 150 instrumentos.

A atuação de Maria Baiana não ficou restrita ao setor cultural, mas também contou com importantes ações sociais, como entrega de cestas básicas à famílias carentes, e distribuição de alimentos à pessoas em situação de rua, além do uso da cozinha da Delegacia de Polícia Civil de Santa Isabel para cozinhar em ações sociais.

Os que conviveram com Maria Baiana, destacam sua personalidade marcante, seu jeito expansivo e sua vontade de ajudar ao próximo e defender as minorias.

Essas características fizeram dela uma figura inesquecível para Santa Isabel, principalmente por todo valor cultural conquistado em anos de atuação.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments