Futebol feminino
Adriana (foto) se destaca com dois gols na vitória de 3 a 0. Foto: Thais Magalhães - Agência CBF

O Brasil manteve 100% de aproveitamento na Copa América de futebol feminino após derrotar o Uruguai por 3 a 0, na noite desta terça-feira (12) no estádio Centenário, na cidade de Armenia (Colômbia).

Veja mais 

Com a segunda vitória na competição, após a goleada de 4 a 0 sobre a Argentina na estreia, a equipe comandada pela técnica sueca Pia Sundhage lidera o Grupo B de forma isolada.

Claramente superior, a seleção brasileira de futebol feminino abriu o placar ainda no primeiro tempo. Aos 32 minutos, Antônia recebeu na direita, se livrou da marcadora com um bonito drible e chegou até a linha de fundo, de onde cruzou rasteiro para a área. Debinha furou a finalização de letra, mas Adriana não perdoou e bateu com liberdade.

Sete minutos depois o Brasil voltou a vencer a goleira Sofía Olivera, desta vez com a volante Ary Borges. Mas o lance acabou anulado por causa de posição irregular da jogadora brasileira. Mas aos 46 minutos não teve jeito, Bia Zaneratto arrancou pela esquerda e enfiou a bola para Debinha, que chutou rasteiro.

Mas a seleção brasileira queria mais, e conseguiu logo aos dois minutos da etapa final, com Adriana após passe de Debinha. Com este gol a camisa 11 do Brasil assumiu a artilharia isolada da competição com quatro tentos.

Agora o Brasil folga na próxima rodada, e volta a entrar em campo na competição apenas na próxima segunda (18), ainda pela primeira fase, contra a Venezuela.

FONTEAgência Brasil
Jornalista, curioso e sempre correndo atrás de boas histórias. Atuo no Ouvidor desde 2013, divido a redação com a paixão pelo rádio. Adoro pautas sociais e foi através de uma delas que certa vez fomos finalistas em um prêmio nacional de jornalismo no Rio de Janeiro em 2016. Sou o pai da Catarina, Ezequiel e do Joaquim, os três, frutos de um amor que vivo desde setembro de 2010.
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments