Arujá segue no mutirão de cirurgias para desafogar fila do SUS

Mais de 600 cirurgias já foram realizadas neste ano. Prefeitura prevê fechar ano com mais 800 procedimentos realizados

cirurgias
Doctors performing surgery in hospital operating room

Sem perder o ritmo, a Prefeitura de Arujá busca a todo custo diminuir drasticamente a fila do CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde). O chamado Mutirão de Cirurgias já registrou, só neste ano, a realização de 664 cirurgias, todas por meio da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com hospitais privados da cidade e da região.

Veja Também

Com a premissa de resgatar pacientes com exames pré-operatórios obsoletos, a Prefeitura promove a estas pessoas uma nova consulta e determina que os pacientes refaçam os procedimentos antes de serem encaminhados para as cirurgias.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o programa agrega as seguintes especialidades: cirurgia geral, vascular, ginecológica, ortopédica (mão, ombro, joelho, pé e quadril) e bariátrica. Das 664 cirurgias realizadas, 236 foram varicectomias bilaterais, 215 ginecológicas, 113 videocolecistectomias, 32 ortopédicas de joelhos, 27 para a correção de hérnias, 14 ortopédicas para retirada de fios e hastes, 10 ortopédicas de ombros e mais 10 de mãos, 03 ortopédicas de quadris e 01 de pé e 03 bariátricas; esta última teve início no programa no início deste mês (outubro).

“O objetivo, é que até o final do ano, 800 novos procedimentos cirúrgicos sejam realizados e, seguindo este trabalho, a administração municipal pretende atender a todas as pessoas que esperam por cirurgias que estão cadastradas no sistema Cross, do governo do Estado, tudo isso, no menor tempo possível”, finaliza a secretaria de Saúde.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments