segunda-feira, junho 27, 2022
spot_img
InícioCidadesArujáArujá promoverá censo dos animais domésticos

Arujá promoverá censo dos animais domésticos

Aprovado na Câmara e sancionado pelo Prefeito, Arujá promoverá o 1º Censo Municipal de Animais Domésticos. Câmara se destaca com a criação de importantes leis na defesa animal

Por Bruno Martins

 

“No último censo realizado pelo IBGE em 2015, para se detalhar o número de animais domésticos em Arujá, foi possível constatar que o crescimento da população de animais supera, e muito, os índices de natalidade de crianças. É extremamente necessário nos adaptarmos a essa nova realidade com controle e planejamento”, avalia o vereador e responsável pelo Projeto de Lei Vinícius Henrique Alberto Bernardo (Rede), o Vinícius Pateta.

Vinícius foi o autor da lei, aprovada pela maioria dos colegas na Câmara, sancionada pelo Prefeito Dr. Luís Camargo e publicada no diário oficial de Arujá, no fim do mês passado.

De acordo com o texto, a contagem de animais domésticos da cidade deverá ocorrer a cada dois anos, com o objetivo de reconhecer o número e a localização de animais nos territórios rural e urbano. Caberá ao município custear a realização do levantamento.

Para o médico veterinário Dr. Henrique Guérin a realização de um censo como este em Arujá é fundamental para a eficácia de políticas públicas da causa animal, como castração, vacinação e chipagem.

“Outra grande importância está relacionada ao controle populacional para ações de zoonoses, tipo, controle de parasitas, doenças transmissíveis dos animais para os humanos e vice-versa”, explica Dr. Henrique.

De acordo com o Veterinário, são poucas as cidades que dedicam orçamento exclusivo para a realização de tal estudo, a maioria prefere trabalhar com estimativas, que dificilmente condizem com a realidade.

Câmara se destaca com importantes leis na defesa animal

Através de proposta do vereador Uelton de Souza (PSDB), o Uelton da GCM, desde janeiro deste ano, o aplicativo 153 da Guarda Civil Municipal de Arujá, está contando com um dispositivo exclusivo pelo qual os moradores podem denunciar maus-tratos contra animais.

Para o Vereador, o dispositivo de denúncia de maus-tratos animais, surge da necessidade da criação de um meio de aproximação dos munícipes com o Poder Público: “Para que essas denúncias sejam recebidas de forma mais célere, facilitando o contato, e as chances de um provável flagrante de delito contra animais indefesos”, explicou.

No último dia 14, a Prefeitura sancionou a lei nº 3.454/2022, de autoria da vereadora Cristiane Araújo Pedro de Oliveira (PSD), a Profª Cris do Barreto, que determina a proibição, em todo o território de Arujá, da venda e adoção de animais de estimação e exóticos em feiras e exposições que não tenham esta finalidade.

“O principal objetivo dessa Lei é evitar que animais sejam confinados de forma cruel e sejam submetidos a maus-tratos em negociações de compra e venda feitas em locais inadequados, nos quais, os organizadores não se responsabilizem pelas condições em que serão mantidos os bichanos”, explicou a Parlamentar.

Segundo a Profª Cris, comercialização de animais em qualquer espaço, sem o devido regramento só estimula a compra por impulso, aumentando os riscos de abandono.

Sobre o censo animal, a prefeitura de Arujá, não respondeu quanto será o investimento financeiro para a realização deste levantamento.

Érica Alcântara
Érica Alcântarahttps://jornalouvidor.com.br
Jornalista, escritora e poeta, Érica Alcântara se formou em Filosofia pela Universidade Federal de Ouro Preto, Bacharelado e Licenciatura e há mais de 10 anos atua como repórter do Jornal Ouvidor
RELATED ARTICLES
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Most Popular

Recent Comments

Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Ana Maria Monteiro da Silva on Homero vira lenda
Agenor Vallone on Homero vira lenda
Ana Paula Carrara on Homero vira lenda
José Francisco "Chiquinho" on Mais segurança em Arujá