Arujá e Santa Isabel são as cidades mais transparentes do Alto Tietê

Avaliação divulgada pela Secretaria do Tesouro Nacional coloca municípios entre as 600 prefeituras com o melhor desempenho em informações financeiras e fiscais

Os prefeitos Dr. Camargo de Arujá e Dr. Carlos Chinchilla de Santa Isabel celebraram a boa colocação de suas prefeituras entre as mais transparentes da região e as 600 melhores do Brasil.

Prefeituras transparentes e com informações contábeis consistentes, essas são as qualidades que deram a Arujá e Santa Isabel, nesta semana, um importante posicionamento no ranking dos municípios brasileiros com o melhor desempenho no sistema de informações contábeis e fiscais. O bom desempenho reflete significativamente na saúde financeira dos municípios e os deixam entre as duas cidades mais transparentes do Alto Tietê.

Foi notícia no Ouvidor

O indicador começou a ser medido pelo Tesouro Nacional em 2020 com o objetivo de incentivar a melhoria da qualidade e da consistência dos dados fiscais e contábeis enviados pelos entes da Federação, incluindo a União, os Estados, o Distrito Federal e os municípios.

Quando surgiu, o Ranking contava com cerca de 30 pontos de verificações em diferentes dimensões para avaliar a qualidade dos dados informados pelas administrações. Atualmente, são mais de 160 questões que são levadas em conta na análise. E foram nelas que Arujá e Santa Isabel avançaram significativamente.

Pelo segundo ano consecutivo, Arujá manteve o bom desempenho na classificação regional com o 1° lugar no Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal no Siconfi (Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro).

Desde quando o índice passou a ser medido, Arujá vem avançando no ranking nacional e alcançando patamares importantes. Em 2020, por exemplo, o município estava na 749º posição entre os mais de cinco mil municípios brasileiros. No ano seguinte, a cidade caiu ficando em 1.579º e na última avaliação, divulgada na segunda-feira (17), Arujá alcançou a 408º posição.

Para o prefeito Dr. Luís Camargo a conquista mostra o quanto Arujá tem cuidado das contas públicas de maneira exemplar e eficiente: “Essa 1ª colocação de Arujá no ranking Siconfi entre as cidades do Alto Tietê muito nos orgulha, assim como o fato do nosso município ter ficado entre os 500 mais bem colocados do País, ou seja, entre os 10% melhores posicionados no quesito da gestão fiscal e contábil. Parabenizo ao Departamento de Contabilidade da Prefeitura, assim como à Secretaria Municipal de Finanças, que enviam os relatórios ao Siconfi e nos auxiliam na minuciosa tarefa de cuidar das contas públicas”, destacou Camargo.

Santa Isabel avança 2.000 posições no ranking nacional de transparência fiscal

Assim como Arujá, Santa Isabel também mostrou um eficiente desempenho na avaliação geral. Em um ano, o município saltou 2.000 posições no ranking nacional de melhor transparência fiscal, saindo de 2.505º em 2022, para 596º em 2023.

O secretário de Fazenda do município, Aldo Cesar de Oliveira Sousa explica que isso demonstra que a administração não está apenas preocupada na realização de grandes obras, como também na administração e transparência na prestação das contas públicas: “O avanço significativo de um ano para o outro nos deixou a frente de municípios da nossa região que detêm orçamentos bilionários. Nosso papel é mostrar aos órgãos de fiscalização que as informações de todas os setores da prefeitura estão mais transparentes possíveis”, disse.

A boa colocação foi celebrada pelo Prefeito Dr. Carlos Chinchilla que ressaltou a importância do trabalho sério de sua administração no respeito com as contas públicas: “Isso representa um avanço na transparência com os gastos públicos, o que é nossa primícia desde que assumimos e continuará a ser. Agradeço a nossa equipe de finanças que sempre tem prezado pela excelência em suas atribuições”, destacou.

Igaratá caiu 726 posições no ranking nacional

Ao contrário das vizinhas Arujá e Santa Isabel, Igaratá não teve o bom desempenho na matéria transparência. Desde 2020, o município vem caindo e subindo nas avaliações e entre 2022 e 2023, caiu 726 posições saindo de 340º para 1066º na avaliação geral.

Nesta semana, em Brasília, a secretaria do Tesouro Nacional divulgou o ranking e premiou os estados e municípios que melhor se destacaram pela qualidade de suas informações contábeis e fiscais e foram os grandes vencedores do Prêmio Qualidade da Informação 2024.

Na abertura do evento, o secretário do Tesouro Nacional, Rogério Ceron, ressaltou a importância do reconhecimento do trabalho feito por milhares de entes e profissionais para o aperfeiçoamento dos dados fiscais e contábeis. “Estamos muito felizes e honrados em receber, prestigiar e reconhecer profissionais ao redor desse país todo que trabalham arduamente para construir um Brasil melhor fazendo do seu trabalho o melhor trabalho possível”, finaliza.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments