quarta-feira, junho 29, 2022
spot_img
InícioColunistasA decadência da cidade

A decadência da cidade

por LUIS CARLOS CORRÊA LEITE

A verdade é que a opinião da maioria das pessoas sensatas sobre a cidade de Santa Isabel é que ela tem sido dominada pelo atraso. Atraso político, atraso administrativo, atraso econômico.

É triste passar pela Avenida da República e ver que uma loja que prestava tantos serviços está se mudando para a cidade de Arujá. Ou saber que o Cartório de Registro de Imóveis será desmembrado, para a criação do de Arujá. O que, convenhamos, já deveria ter ocorrido há muito.

Mas, será que o de Santa Isabel continuará viável? Ou tão eficiente e organizado como atualmente? E a economia? Nos últimos anos vimos o encerramento de atividades de várias indústrias, pressionadas pela legislação ambiental ou – isso é verdade! – pela falta de mão de obra capacitada.

No plano econômico Santa Isabel tornou-se uma cidade dormitório, em que somente são criados empregos na área do comércio, sabidamente uma atividade que paga baixos salários. E mais, não é pouco o número de pessoas que se mudaram da cidade em busca de melhores condições de vida.

A par disso, vemos a cidade de Arujá, que foi distrito de Santa Isabel, em pleno processo de desenvolvimento, dirigida agora por um prefeito competente, experiente, que está promovendo concursos para admissão no serviço público da cidade, lutando para instalar novos serviços, inovando na saúde, enfim, melhorando ainda mais as condições de vida dos arujaenses. Basta passar por aquela cidade que se nota o progresso.

E Santa Isabel? Continua o empreguismo na prefeitura – que ocorre há décadas, reconheça-se -, não há planos para a cidade, e só se fala em politicagem. Aliás, morreu a cidadania na cidade. Através das redes sociais ainda se notam algumas críticas, mas não há um movimento sério no sentido de se exigir o cumprimento das leis. Santa Isabel, tenho brincado, é uma república, na qual a Constituição do Brasil não vigora. Todo mundo integra o governo, até mesmo as pessoas da dita oposição! Difícil de entender.

E as instituições? Recentemente tivemos o episódio da morte de um jovem em condições questionáveis, ao que parece agora com solução encaminhada pela polícia. Mas não houve qualquer manifestação das instituições civis da cidade. Nem um protesto, nem um pedido de providências. Tudo se resume em “lives”, fotos em redes sociais, mas nenhuma atitude real.

E a oposição? Alguma investigação sobre as denúncias que aparecem na imprensa? Ou solução para essa vergonha que são as nomeações para cargos em comissão? Ou saber o que está ocorrendo naquela obra encruada ao lado da Variante? É muito triste.

Artigo anteriorRevolução do trabalho
Próximo artigoNo Pé do Ouvido
RELATED ARTICLES
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Most Popular

Recent Comments

Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Érica Alcântara on Homero vira lenda
Ana Maria Monteiro da Silva on Homero vira lenda
Agenor Vallone on Homero vira lenda
Ana Paula Carrara on Homero vira lenda
José Francisco "Chiquinho" on Mais segurança em Arujá