Vereador luta contra cortes do Executivo

Luizão avalia gastos da prefeitura em defesa da cultura, dos estudantes e do direito a insalubridade

Empregos Cidades Em 02/09/2016 17:25:13

 

Nesta semana, o vereador Luizão Arquiteto foi chamado às pressas no setor de Obras e Serviços da Prefeitura de Santa Isabel, o motivo: profissionais do setor tiveram o direito ao repasse de insalubridade cortados. “É impressionante a falta de gestão pública desta administração”, lamenta Luizão.

Diante da tempestade de reclamações, vendo de perto o sofrimento dos trabalhadores, Luizão procurou o Prefeito e pediu a ele que, repensasse no mal que está provocando nas pessoas que mais necessitam. “Eu pedi a ele que coloque a mão na consciência e enxugue a máquina cortando os gastos com a redução dos cargos comissionados e os contratos milionários”, conta o Vereador.

Luizão defende o retorno do pagamento de insalubridade aos profissionais do setor de obras e serviços, os cursos oferecidos pela cultura e o esporte e mais a garantia ao pagamento do subsídio repassado aos estudantes universitários.

Avaliando o site da transparência Luizão lista os gastos que considera desnecessários:

- R$50 mil com jardinagem; R$100 mil com show; R$100 mil carnaval; R$350 mil para a empresa que coleta o lixo; R$2 milhões com Anaconda; R$120 mil consultoria técnica na elaboração de projetos para convênios; R$73 mil com advogados e R$52 mil para pintar faixas.

 

“Prefeito Pe. Gabriel antes de acabar com os direitos a cultura, educação e, principalmente, o direito do trabalhador que mantém a cidade limpa e cuidada, reavalie suas prioridades e corte aonde realmente o dinheiro do povo é desperdiçado”, finaliza Luizão.