Vereador e protetoras fecham canil municipal

As atividades do Canil Municipal de Santa Isabel estão parcialmente interditadas. Parte dos medicamentos encontrados no local eram doações de protetores de animais

Cidades Em 01/02/2019 22:41:33

por Érica Alcântara

O Canil Municipal de Santa Isabel está temporariamente fechado para receber novos animais. O local já é alvo de Ação Civil Pública e, diante da denúncia encabeçada pelo Vereador Gabriel da Água (PRB), foi alvo na terça-feira, 29/01, de uma ação da Polícia Civil e análise da Perícia Técnica. Grande volume de medicamento vencido foi encontrado e apreendido no Canil, segundo a secretaria de Saúde, a maioria era fruto de doação dos protetores de animais.

“Não podemos jogar o medicamento vencido no lixo comum e, de fato, armazenamos para posteriormente dar destino correto. Temporariamente fechamos o atendimento externo, não estamos recebendo nenhum outro animal, e estamos elaborando novos protocolos de atendimento. Antes o protetor trazia o animal e/ou um saco de medicação e nós acolhíamos tudo”, descreve a Secretária de Saúde Estela Santana.

O Canil Municipal de Santa Isabel está instalado na Estrada do Jaguari e possui cerca de 100 animais, entre gatos e cães. Estela adianta que o Canil não receberá mais animais sadios abandonados, somente os que apresentam alguma doença e/ou ferida grave, ou que ofereça contaminação ou risco contra a vida humana. 

No Boletim de Ocorrência conduzido pelo vereador Gabriel da Água consta que alguns animais estavam sem alimentação, recebendo medicação vencida e as seringas eram reutilizadas e armazenas na geladeira. Todas estas denúncias, e possivelmente mais, deverão ser encaminhados à Promotoria que deverá receber igualmente um parecer da Perícia Científica da Polícia Civil.

Por outro lado, a veterinária responsável pelo Canil, Paloma Macambira, afirma que o medicamento vencido só era armazenado dentro do Centro Cirúrgico do Canil por que é o único local onde há um armário fechado com chave. E garantiu: “Eles não eram administrados nos animais e não há registro de que isso o tenha sido feito. Eram guardados em segurança e à espera do descarte adequado, conforme determina a Vigilância Sanitária”.

Paloma conta que era frequente a doação de medicação por munícipe no canil, por isso havia tanta variedade de itens. “Estavam guardados no armário para posterior conferência de suas respectivas datas de validade, já que estes itens são recebidos semanalmente”, explica.

Paloma e a Secretária Estela estão elaborando um protocolo específico para receber animais, medicamentos e visitas no canil. “Divulgaremos estes protocolos assim que finalizarmos, por enquanto, o canil será reformado e todos os funcionários receberão capacitação. No mais, as pessoas são bem-vindas para virem conhecer este local de tratamento”, disse Estela. 

Durante a ação, a Polícia Civil apreendeu todo medicamento do local.

A Prefeita Fábia Porto solicitou abertura de sindicância para avaliar as responsabilidades e a veracidade das denúncias, agradeceu aos denunciantes a ajuda na fiscalização dos serviços.

Ajuda e proteção

Ontem, dia 01/02, a protetora de animais Ana Paula Silvério, mais conhecida como Paula dos Cachorros, esteve no Canil e ofereceu ajuda. “Recolhi uma cadela doente, com grave tumor, para oferecer tratamento”, conta, acrescentando: “A Estela já estava com tudo pronto para reformar o Canil, ela me convidou para ir até lá ver as propostas de melhorias antes de tudo isso acontecer”. 

Para Paula, todos os denunciantes tinham interesses políticos e usaram o canil para autopromoção. “Um protetor de verdade não faz uma denúncia grave e vai embora, se um protetor de verdade acredita que realmente existe maus-tratos ele já leva a solução, indicando quem vai adotar ou cuidar dos animais”, diz.

Não adotaram

Durante a ação, o vereador Gabriel da Água e os demais que o acompanhavam, a veterinária Marisa Pereira, a aposentada Carmem Magaly, o ex-vereador Maurício Platz e a assessora de imprensa Renata Kempinski não adotaram nenhum dos animais que estavam no canil.