Ventania e fortes chuvas deixam famílias no escuro

Em bairros os problemas se estendem há meses, Elektro diz desconhecer a maioria deles, pois nada chegou em seus canais de atendimento e reforça que registros devem ser feitos no 0800 701 01 02

Segurança Pública Cidades Em 21/12/2018 17:26:07

 

Reportagem: Bruno Martins

 

Já não bastassem alguns pontos com luzes acesas durante o dia, e outros onde elas estão queimadas há meses, agora os moradores de Santa Isabel lidam com um novo problema que tem interferido e muito na iluminação pública. Os galhos grandes de árvores, que além de encobrirem a passagem da luz deixando ruas às escuras, acabam em contato com os fios, soltando faíscas, pegam fogo e provocam quedas de energia que demoram dias para serem restabelecidas.

 

Foi por conta dos fortes ventos e dos galhos batendo sobre os fios que os pais de Aline, que moram na altura do ponto final do Bairro Aralú, passaram dois dias no escuro. Aline conta que a família ligou várias vezes a Elektro que por telefone pedia que esperassem, pois, a distância eles tentavam reestabelecer a energia do bairro, mas não conseguiram.

“A luz acabou as 23h de segunda-feira, 17/12, passamos horas ligando para Elektro. Depois de nos darem vários prazos sem solução, eles realmente vieram até o bairro e resolveram o problema, mas isso já era quinta-feira, 20. Meus pais perderam alimentos que estavam na geladeira e toda água que precisavam para beber, tomar banho e cozinhar tinham que retirar manualmente do poço”, relata

Aline explica que o problema está na falta de manutenção da vegetação do bairro que crescendo descontroladamente estão encobrindo os fios dos postes e que por isso a cada vento a energia cai.

 

--------------------------------------------------------------------------

Clique aqui e saiba como solicitar ressarcimento da Elektro

--------------------------------------------------------------------------

 

 

 

Faíscas provocam risco de incêndio  

Assim como Aline, a moradora Franciele também lamenta os problemas que enfrenta por falta de poda em uma árvore na Rua Adilson Janeiro Camargo, Bairro Jd. Eldorado. “Ela necessita urgentemente de uma poda, pois seus galhos tampam a passagem da luz e o contato dos galhos com os fios provocam faíscas que caem sobre carros e pessoas que passam por aqui. Uma insegurança total”, lamenta. O morador Duda Lucena denunciou, através do WhatsApp do Jornal Ouvidor, um problema semelhante que enfrenta com os galhos das árvores na Rua Recanto Feliz, Bairro Jd. Cruzeiro: “Tem carros estacionados embaixo destes postes e eles podem pegar fogo”, alerta.

Em todos os pontos apontados nessa reportagem, os moradores relatam já terem procurado tanto a Elektro como também a Prefeitura, mas ninguém deu solução aos problemas que se estendem há meses.

Em nota a Elektro informou não ter conhecimento da maioria dos apontamentos e que a responsabilidade pelo controle da vegetação em vias públicas é da Prefeitura. A Companhia reforça ainda a importância de seus clientes registrarem as suas reclamações diretamente nos canais da Companhia pelo 0800 701 01 02.

A Prefeitura por sua vez, disse ter em 2018, notificado a Elektro sobre todos os problemas que foram registrados na própria ouvidoria municipal sobre falta de energia e defeitos na iluminação pública e que a Empresa prontamente respondeu a todos eles. Quanto as podas, a administração informou que juntamente com as secretarias de Meio Ambiente e Serviços Municipais dará solução o quanto antes e se necessário buscará apoio da Elektro nos casos onde houver necessidade de profissionais especializados por se tratar de fios de alta tensão.