Tribunal de Justiça garante construção do Novo Fórum de Arujá

Em audiência com Desembargador Ivan Sartori, foi entregue a matrícula do terreno confirmando as condições para a construção do novo fórum

Política Em 10/04/2013 15:18:29

A construção de um novo Fórum no município de Arujá foi garantida pelo Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Desembargador Ivan Sartori. A confirmação dessa grande conquista para os arujaenses ocorreu nesta na terça-feira (9), durante reunião realizada com o deputado Estadual André do Prado (PR) e o prefeito de Arujá, Abel Larini (PR). Estavam na reunião Dr. Walter Swensson, Dr. Renato Swensson Neto, Dr. Carlos José Alves Ferreira, José Antônio Deodato e o Presidente da Câmara Municipal de Arujá, Ver. Abel Franco Larini, o Albelzinho (PR).

O prefeito de Arujá, Abel Larini, fez a doação de uma área, na Rua Major Benjamin Franco, totalizando 10 mil m² onde será construído o novo Fórum de Arujá. As tratativas iniciaram após várias reuniões entre o Prefeito de Arujá, o deputado André do Prado e o Presidente Sartori. “Estamos entregando hoje (09) a matrícula do terreno para dar sequência à construção do novo fórum de Arujá”, declarou o prefeito Larini.

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ivan Sartori afirmou que até o final do mês de Abril haverá a contratação da empresa responsável pela elaboração do Projeto Executivo para construção do novo fórum. O desembargador declarou também que até o final do ano espera ter o projeto executivo finalizado e garantiu recursos para as obras de construção do judiciário arujaense até o 1° semestre de 2014.

“Sabemos que a construção de um novo prédio dará mais condições de trabalho tanto para os servidores do Judiciário como para os advogados. Isso somado à luta de transformar Arujá em Comarca - o que queremos que aconteça este ano - demonstrando que o poder público municipal também se preocupa em trazer melhorias que tanto faltam aos servidores da Justiça”, afirmaram André do Prado e Abel Larini.

As novas instalações do Fórum de Arujá poderão acolher até seis Varas Judiciais e permitirá que o Judiciário possa elaborar com qualidade os processos do município. Para o deputado André do Prado, a construção do novo fórum permite que Arujá promova importantes avanços no que se refere ao Poder Judiciário e acredita que nos esforços do Tribunal de Justiça de São Paulo. Atualmente, no Fórum de Arujá existem duas Varas Judiciais instaladas e um Juizado Especial Cível, com 40 mil processos de execução fiscal e 60 mil processos à serem julgados. “Essa será conquista decisiva para o município, afinal trata-se de uma reivindicação de anos da comunidade Arujaense”, aponta do Prado.

Na ocasião do encontro, também foi falado do Projeto de Lei Complementar 61/11, que altera a organização e a divisão judiciária dos Municípios. No projeto, consta a elevação do município na condição de Comarca, que hoje está vinculada a Comarca de Santa Isabel.