Transporte escolar e irregular

Ônibus atola e usuários de transporte público fiscalizam a sua placa

Cidades Em 08/02/2019 22:05:40

por Érica Alcântara

Nesta semana um ônibus escolar que fazia a linha do KM55, em Santa Isabel, ficou atolado em razão da lama da estrada. A divulgação desta imagem nas redes do Jornal Ouvidor revelou outro problema, que o mesmo tem 16 anos de fabricação, 11 a mais do que a legislação permite. 

A Lei 2.555/2009, de Santa Isabel, determina que um veículo que trafega no transporte escolar só poderá circular no município se o ano de fabricação do mesmo for de no máximo cinco anos, mais do que isso é proibido. 

E mais, a norma é clara: “É vedado o uso de ônibus ou micro-ônibus que exceder a capacidade de 23 lugares”. O ônibus atolado, placa CZZ 5428, além de ser antigo, possui mais de 40 lugares e desde quinta-feira, 07/02, possui uma restrição não especificada.

O secretário de Trânsito, Jairo Furini, diz que vai enviar um fiscal para avaliar o veículo na garagem da Viação Suzano, empresa contratada emergencialmente para ser responsável pelo transporte público em Santa Isabel.

Até o fechamento desta edição, a direção da Viação Suzano não retornou os contatos feitos pela reportagem.

Fiscalização Cidadã

Wagner de Mello (o Guardião) é quem fez a pesquisa da placa do ônibus e encaminhou sua investigação para a reportagem. 

Para conferir a placa do ônibus que circula na sua rua ou bairro acesse na internet a página do Sinesp Cidadão. Um aplicativo gratuito do Ministério da Segurança Pública que permite ao cidadão consultar informações de Veículos, Mandados de Prisão e Pessoas Desaparecidos.