“Tião Aviador” teve noite de estreia no Casarão das Artes

Cultura Em 06/06/2014 11:19:56

Reportagem: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Arujá

 

O Casarão das Artes sediou na noite de quinta-feira (05/06) o lançamento do filme “Tião Aviador”, que conta a história de Sebastião Franscico, antigo morador de Arujá. O evento contou com a presença de familiares do arujaense, além da secretária de Cultura e Turismo, Maria Goretti Alencar Aguiar, e do historiador Afrânio Barreto e vereadores.

Sebastião, ou “Tião”, como ficou popularmente conhecido, era apaixonado por aviação, e ao longo da sua vida fez inúmeras tentativas de construir a sua própria aeronave. Até que um dia deu certo. O Automovescópolo, nome que o próprio deu para o seu invento, foi soldado em uma oficina mecânica da cidade. O aprendiz de aviador alugou a balança para pesagem das peças de um açougue e gastou cerca de cinco mil cruzeiros na construção do avião, que tinha as medidas corretas, e só não foi testado porque Arujá não possuía uma pista adequada.

O prefeito da época, Benjamim Manoel, até tentou realizar o teste na pista de São José dos Campos, porém Tião faleceu antes que esse dia chegasse. Após seu falecimento, Sebastião foi homenageado com uma rua na cidade.

A exibição do filme foi um momento de muita emoção para a família, que ainda reside em Arujá. Bruna Prado Santos, sua neta, diz que embora não tenha conhecido o avô, sabe que ele foi um grande homem, que cuidou muito bem da família e nunca abandonou o seu sonho. A história dele é contada com muito sentimento pela mãe e pelos seus tios. “Esse documentário foi muito emocionante para toda a família”, ressalta.

Bruno do Prado, neto de Tião, completa o que foi dito por Bruna. “Meu avô deixou um exemplo muito forte para os seus onze filhos, seus netos e para as gerações futuras. Ele sempre foi alguém que estabeleu metas e cumpriu, sem nunca descuidar do sonho ou da família. Este curta é sim uma homenagem importante à memória dele”.

O curta-metragem é uma produção totalmente arujaense, realizada por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e o Projeto Oficinas Culturais, do Estado de São Paulo. “É um projeto singelo e maravilhoso, que tem todo o nosso apoio”, diz a secretária de Cultura e Turismo de Arujá, Maria Goretti Aguiar Alencar.