Segurança foi razão da alegria no carnaval de Igaratá

O policial aposentado comemorou: - Se tivesse um prego escondido no meu sapato o segurança teria encontrado!

Cidades Em 08/03/2019 22:05:06

O policial aposentado comemorou: - Se tivesse um prego escondido no meu sapato o segurança teria encontrado! O melhor de tudo foi a sensação de segurança que o carnaval de Igaratá proporcionou. Nem mesmo a chuva inclemente afastou os foliões. - Pode ser que tenha até mesmo atrasado o show, mas tudo correu bem! Observou o secretário Benjamim de Lima, responsável pelo evento que trouxe, nos cinco dias da festa, mais de 20 mil pessoas para o centro da cidade.

Mesmo com a sensação de segurança, duas pessoas foram presas, uma dela por porte ilegal de arma. Ele entrou no espaço do evento antes mesmo que o ambiente fosse cercado. Permaneceu por ali até o show começar, mas um folião observou e viu que sob a camisa, atrás do corpo, havia um volume. Sob comando do Sgto Marcelo um grupo de policiais rapidamente cercou o folião armado e o conduziu à Delegacia. Poucas pessoas perceberam a movimentação estranha. Nenhum dissabor a mais.

De fato até mesmo moradores da cercania da praça 30 de dezembro celebraram a organização da festa. Uma área com cerca de 16.000 m2 foi isolada com gradis, deixando apenas cinco entradas onde 60 seguranças se alternavam na revista dos foliões, impedindo a entrada de pessoas portando garrafas, copos de vidro e até mesmo latas de bebidas, além de qualquer tipo de arma. Na cidade mais 30 policiais militares garantiam a tranqüilidade dos moradores e turistas. A população de Igaratá mais que dobrou no dia-a-dia do evento.

O prefeito Celso Palau estima que no mínimo cinco mil pessoas participaram, por dia, dos festejos no centro da cidade. A divulgação antecipada do fluxo de veículos impediu que os engarrafamentos fossem grandes. Como sempre estacionamento foi um problema equacionado pelos próprios motoristas que deixaram seus carros longe do recinto dos festejos.

Na área da saúde foram distribuídos cerca de dois mil preservativos além de gel lubrificante. Muitos preservativos viraram balões no balanço da folia. A secretaria de saúde contabilizou 648 atendimentos muitos por excesso de bebida ou pequenos acidentes. Um dos acidentes registrados foi obra de um motorista da própria prefeitura. Aparentemente alcoolizado, ele saiu com uma ambulância com pacientes, mas colidiu com outro carro quebrando vidro e retrovisor da viatura. Imediatamente foi afastado do serviço e já esta respondendo a uma sindicância por determinação do próprio prefeito Celso Palau.

O Prefeito avalia que com o investimento de apenas R$100.000,00 foi realizada uma festa que agradou não só os turistas que vêem descobrindo o singelo e familiar carnaval de Igaratá, mas também aos moradores que, formando blocos ou simplesmente assistindo aos desfiles, teve cinco dias de pura folia.