Santa Isabel registra a primeira morte com suspeita de Coronavírus

A vítima tinha mais de 80 anos e sofria de complicações de saúde

Cidades Saúde Segurança Pública Em 21/03/2020 20:09:59

Os exames foram encaminhados para o Instituto Adolfo Lutz e a Secretaria Municipal de Saúde de Santa Isabel aguarda o resultado.

Segundo informações, a vítima era homem, tinha mais de 80 anos, sofria de diversos problemas de saúde. E estava internado há mais de 10 dias.

Ainda não há confirmação da família de como ocorrerá o velório e se os parentes poderão se despedir do idoso.

 

O Decreto assinado intem, 20/03/2020, pela Prefeita Fábia Porto determina que:

'Art. 2º-D. Em relação aos óbitos, independentemente de “causa mortis”, os funerais e ofícios

fúnebres, em cemitérios públicos e privados, ficarão limitados a 10 (dez) pessoas em cada sala,

devendo ser priorizado o tempo máximo de (4 quatro) horas, e se evitar cortejos e

aglomerações.”

 De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o município ainda não tem orientação formal e técnica da Secretaria de Estado de Saúde em relação a qualquer especificidade para a realização do velório, de pessoas falecidas por suspeita de COVID 19.

 

“A orientação neste momento, por precaução, é a utilização do caixão lacrado, determinamos a proibição de aglomerações, e na decisão por realizar o velório, que seja o mais breve possível, respeitando o decreto de até 4 horas, evitando a exposição das pessoas por tempo prolongado.

Ressaltamos ainda que a orientação é o fracionamento da entrada das pessoas.

Destacamos a ordem do Governador do Estado, para que as pessoas se mantenham em quarentena”, informa a assessoria de imprensa da Prefeitura de Santa Isabel

Orientação a funerária:

Respeitar os protocolos já estabelecidos, quanto ao manuseio de falecidos, por suspeita de doenças infectocontagiosas

Orientação a família:

Profissionais da Secretaria de Assistência Social, assim como o médico responsável por atestar o óbito, orientaram quanto a brevidade no velório, assim como enterro.

Profissionais da Saúde orientaram todas as funerárias, quanto a realização do velório em até 4 horas, e o fracionamento da entrada das pessoas para o velório.