Sabesp presta contas das obras de contrapartidas

Três funcionários do alto escalão administrativo da Sabesp estiveram, na última segunda-feira, em Igaratá para prestar contas do desenvolvimento das contrapartidas assumidas pela empresa por ocasião da assinatura do EIA/Rima da interligação entre as represas do Jaguari e Atibainha.

Cidades Em 30/03/2018 22:20:58

Três funcionários do alto escalão administrativo da Sabesp estiveram, na última segunda-feira, em Igaratá para prestar contas do desenvolvimento das contrapartidas assumidas pela empresa por ocasião da assinatura do EIA/Rima da interligação entre as represas do Jaguari e Atibainha.

O diretor Silvio Leifert, a gerente de projetos Márcia Martinelli e o engenheiro Nelson Silva Jr. conduziram o Prefeito nas obras do novo Centro de Saúde, previsto para ser entregue em maio desse ano. Já em adiantado processo de acabamento, o local entra agora na construção da área externa onde ficarão o estacionamento, área de manobra das ambulâncias e a unidade de coleta das águas de chuva.

Os profissionais da Sabesp relataram ainda o andamento dos demais compromissos, entre eles apresentaram o edital da licitação, já aberta, para a contratação da empresa que construirá a Unidade Básica de Saúde do Bairro Boa Vista. Outra observação é a contratação da empresa que vai perfurar cinco poços artesianos no município, entre eles o que vai abastecer de água potável o bairro do Bonsucesso, atualmente servido por água de superfície. Os demais poços serão perfurados em locais a serem definidos. 

Outros dois compromissos assumidos, a construção de escadas hidráulicas em locais do centro da cidade, minimizando a erosão provocada por enxurradas dependem também de definição dos locais a serem beneficiados pela secretaria de Obras. O último compromisso, a disponibilização para o município de um caminhão limpa-fossa, informaram que já está em fase de pesquisa visando a licitação.

O prefeito Celso Palau agradeceu a visita, esclareceu que a atitude da Prefeitura ao solicitar a interdição da interligação não foi causada pelas obras de contrapartida que, em sua opinião, seguem o ritmo normal, mas pelo tratamento dispensado às estradas vicinais afetadas pela colocação da adutora e pelo tráfego de veículos pesados utilizados na construção.

Recuperação das estradas

Na última quarta-feira o prefeito Celso Palau, de Igaratá, atendeu ao convite do presidente da Sabesp e visitou a sede da empresa em São Paulo para discutir a medida que cassou a licença de operação do sistema de interligação das represas do Jaguari e Atibainha. Palau foi recebido pelo presidente Jelson Kelmann, pelo diretor de serviços Edson Airoldi e por Carlos Eduardo Carrela, superintendente de Gestão de Projetos Especiais.

 

Ao sair do encontro, Palau disse que aceitou a proposta que, depois de examinada pela Justiça e assinada, poderá liberar a licença de operação da interligação. Pelo acordo, a Sabesp assume o compromisso de restaurar todas as estradas vicinais cuja utilização foi prejudicada pelas obras, em um total de 21 quilômetros de vias: – A empresa se comprometeu a contratar um geotécnico para avaliar todos os trechos e elaborar um projeto, inclusive com cronograma de trabalho que terá de ter o aval e o acompanhamento da Prefeitura. Isso responde às nossas necessidades e, mediante esse compromisso administrativo, não vejo problema em encerrar o litígio, conclui o Prefeito.