Ryla provoca mudança na vida de jovens

Iniciativa do Rotary Club de Santa Isabel Centenário acontece pela 10ª vez na cidade

Cidades Em 01/11/2019 21:31:06

Sessenta jovens de 13 aos 17 anos participaram no último sábado (26/10) do 10º Prêmio Rotário de Liderança Juvenil (Ryla, em sua abreviação em inglês). O evento organizado pelo Rotary Club de Santa Isabel Centenário aconteceu nas dependências da ETEC (Escola Técnica Estadual de Santa Isabel), trouxe uma equipe de profissionais que há mais de treze anos se dedica a desenvolver esse trabalho na área do distrito rotário, atualmente designado como 4563.

Para a comissão encarregada do Ryla, o evento em Santa Isabel se destaca especialmente pela seleção dos jovens que se torna cada ano melhor. – Sentimos que tanto os membros do Clube que organiza, como os professores que selecionam conseguem a cada ano escolher melhor os participantes, indicando aqueles que possuem traços de liderança e que aprendem melhor as lições que são ensinadas, explica Carlos Souza, líder da Comissão.

Quase todas as escolas públicas e particulares do município enviaram representantes para o treinamento que dura todo o dia. Os estudantes participam de palestras, dinâmicas e oficinas e jogos que reproduzem as condições e os desafios que certamente terão durante a vida. – Sentimos que os jovens são comprometidos e aceitam bem as propostas do programa, continua Carlos esclarecendo que ouviram, durante os trabalhos, vários depoimentos que atestaram que cada jovem se entregou ao projeto, engajados, e reconheceram que estavam saindo pensando de modo diferente do que entraram: - Essa é nossa maior gratificação. Ver esses jovens encontrando o caminho para se tornar cidadãos de valor, conclui Carlos que, como os demais rotarianos, é voluntário no projeto.

O Ryla de 2019 foi possível de se realizar graças ao apoio da ETEC; do Rotary Club Arujá Sul; da Horizonte Águas; do Restaurante Gauchinho; do açougue Kide Boi; da Padaria Ismael e do Jornal Ouvidor. 

Os Jovens

Giovanna Santos Resende, 14 anos, estuda no colégio Conchinha. Ela diz que achou o projeto muito interessante e que a ensinou a ver a vida por uma ótica diferente. – A gente vive pensando que teremos os pais e os amigos sempre a nosso lado, facilitando para que superemos nossas dificuldades. Ai, de repente, você se vê diante de um desafio que é muito mais difícil do que você imagina. Bate o medo, a insegurança.

Giovanna reconhece que saiu diferente do modo com que entrou na Etec na manhã de sábado passado. – Comecei a pensar minha vida de um modo diferente, a perceber que o mercado de trabalho pode ser muito mais exigente do que a gente é capaz de imaginar, diz. Ela sonha em ser cientista social, lidar com investigações a respeito dos seres humanos, desvendar crimes a partir de elementos apurados e para isso, admite, “ terei de focar muito, dedicar mais aos estudos e obter melhor desempenho em todas as áreas. Foi isso que aprendi com a experiência do Ryla”.

Pedro Luis Simão Barbosa, 16 anos, quer se dedicar a educação física, ao basquete, para ser mais exato, que é o esporte que ele pratica. Estudante do 1º ano do ensino médio da Escola Profa. Maria dos Santos Bairão diz que se encantou com o modo como foi recebido: - Nunca pensei em ser recebido como fomos, entrando e já estimulados pela equipe. Me senti muito bem! Pedro conta que aprendeu que é preciso controlar seus sentimentos e, principalmente a prestar a atenção nas coisas, “nos detalhes!”. Para ele o mais importante foi vivenciar as pressões, a lidar com situações difíceis e, de maneira especial, a se comunicar melhor!

- Aprendi que é preciso mudar os meus pensamentos a respeito de muitas coisas e a lidar com as mudanças. Que é preciso tem mais controle sobre a vida, ter mais foco nas definições e nos projetos!

Em continuidade ao Ryla um grupo de jovens participantes está se organizando para conseguir doações de brinquedos, balas, doces e livros para, em um dia a ser fixado, levar para o Lar das Meninas. Eles pretendem também, encerrada essa atividade, iniciar outra visitando os dois lares de idosos do município, levando um pouco de alegria e bom humor para os internos e principalmente, oferecendo apoio aos abnegados funcionários que lidam diariamente com os idosos.

Quem quiser apoiar esse grupo de jovens deve entrar em contato pelo WhatsApp com o número (11) 93007-3051