Condemat discute com Estado ampliação do Sistema Detecta na região

Fábia Porto pede mudança na área de comando da Polícia Militar de Santa Isabel

Segurança Pública Em 24/07/2018 14:38:06

por Comunicação Condemat

O presidente do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) e prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, se reuniu na manhã desta segunda-feira (23/07) com o secretário de Estado da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, para discutir a ampliação do Sistema Detecta na região. Na oportunidade, o representante do Governo do Estado também garantiu estudos para transferência das cidades de Santa Isabel e Arujá para o Comando de Policiamento de Área Metropolitano -12 (CPAM-12).

Além de Ashiuchi, também estavam os prefeitos de Arujá, José Luiz Monteiro, e de Santa Isabel, Fábia Porto, o comandante da CPAM-12 da Polícia Militar, o coronel Wagner Prado, representantes de outras cidades do Alto Tietê e de integrantes da Polícia Militar.

Na oportunidade, Ashiuchi apresentou um ofício com as principais demandas da região elencadas pelo Conselho dos Prefeitos e pela Câmara Técnica de Segurança. Entres elas, estavam o pedido de apoio técnico e financeiro para investimentos em câmeras dotadas de OCR (reconhecimento ótico de caracteres); o compartilhamento dos alarmes disparados pelo Sistema Detecta; uma reunião na sede do Condemat para tratar sobre requisitos técnicos e estruturais necessários para a implantação do Detecta nos municípios que não o possui; e a ligação das câmeras de radares e dos pedágios das rodovias estaduais/federais pedágios com o sistema.

“Atualmente, apenas Guararema e Mogi das Cruzes contam com o Detecta, que é um sistema inteligente de combate ao crime do Governo do Estado. Ele é extremamente importante para nossa região, uma vez que os limites entre os municípios são rápidos e fáceis. Desta forma, teríamos uma agilidade no acesso à informação quanto aos crimes e teríamos condições, por exemplo, de dar apoio à busca aos carros roubados que vem de outras cidades”, explicou o presidente do Condemat.

No encontro, ficou definido ainda que haverá uma reunião extraordinária entre a equipe gestora do Detecta e a Câmara Técnica de Segurança para estudar os impactos de implantação e os requisitos para que toda a região disponha dos recursos do sistema, assim como detalhamento de como ele funciona e os resultados já proporcionados.

Para Barbosa Filho, todos os pedidos do ofício entregue pelo Condemat serão estudados. “Nós já temos uma equipe à disposição da região para falar sobre o Detecta e auxiliá-los da melhor forma possível. Vamos estudar todos os pedidos e atendê-los da melhor forma possível, concluiu.

 

Transferência CPAM-12

Durante o encontro, a prefeita de Santa Isabel, Fabia Porto, solicitou estudos para transferência das cidades de Santa Isabel e Arujá para o CPAM-12, uma vez que eles estão na área de abrangência do CPAM-7, em Guarulhos. “Atualmente, nossas cidades não estão na mesma área que a maioria dos municípios da região. Por isso, seria de muita valia estarmos na abrangência da CPAM-12 para que possamos discutir segurança de modo regional”, explicou a prefeita.

De prontidão, o titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública pediu para que o coronel Prado verifique as possibilidades e realize estudos junto ao Governo do Estado para a transferência.