Projeto em Igaratá promove inclusão social

“Roda de Saberes” que ocorrerá uma vez por mês incentiva a inclusão social, a leitura e a troca de conhecimento, na Praça 30 de Dezembro, em Igaratá.

Cultura Cidades Educação Em 26/05/2017 20:38:59

 

O projeto, criado pela Coordenadora Geral da Educação Especial, Taís Ferreira, ocorrerá no terceiro sábado de cada mês, das 15h às 17h, na Praça 30 de Dezembro, no Centro de Igaratá.

Com a extinção da APAE, a prefeitura se responsabilizou por criar uma nova entidade dedicada às pessoas especiais de modo a promover a sua inclusão social, para isso juntou as 3 secretarias Educação, Saúde e Promoção social, criando o CAEDI (Centro de Atendimento Especializado de Igaratá) que, entre outras iniciativas, deu vida ao projeto “Roda de Saberes”.

Organizado pela Tais, o projeto terá como protagonistas os alunos especiais que cuidarão das múltiplas atividades que lhes estimulam o raciocínio, a criatividade e a interação social, tais como leitura, declamação de poemas e contação de histórias. Além de oferecer conforto, pois farão parte de seu cenário almofadas e tapetes, os participantes podem pegar emprestado livros e trocá-lo por outro, assim que devolver o primeiro, sucessivamente, participando dessa iniciativa que tem por objetivo o crescimento e a interação da comunidade com as pessoas especiais.

Taís explica que esse projeto aceita doações de livros, revistas, almofadas, tapetes, banquetas para uso na praça e ela espera que pessoas que compreendam a importância de construir esse espaço de cultura entreguem esse material diretamente no Gesac, em frente ao Banco do Brasil, todos os dias das 9h às 17h.