Região avança para fase amarela

Entenda o que pode abrir nesta etapa da quarentena

Saúde Em 10/07/2020 19:26:18

Por Érica Alcântara

Ontem à tarde, dia 10/07, o Governador de São Paulo anunciou a nova fase da quarentena, que deve prevalecer entre os dias 13 e 30 de julho. Arujá e Santa Isabel estão inclusas na região leste (Alto Tietê) que passa para a fase amarela. Igaratá está na região de Taubaté e segue na fase laranja.

Também passam para a fase amarela a Baixada Santista, Registro e a sub-região Oeste (Osasco) da Grande São Paulo. Todas as cidades destas áreas se juntam à capital e às sub-regiões Sudeste (ABC) e Sudoeste (Taboão da Serra) da região metropolitana.

O que pode abrir no amarelo

Podem reabrir bares, restaurantes, salões de beleza com 40% da capacidade, academias com 30% e expediente diário de até seis horas. Todos devem seguir rígidos protocolos sanitários.

Pandemia não acabou

Durante seu discurso o Governador de São Paulo, João Doria, enfatizou que a pandemia não acabou e que as pessoas devem continuar com protocolos e cuidados para evitar a piora nos índices de atendimento em saúde pública.

A Região de Araçatuba, Campinas, Franca e Ribeirão Preto, devido ao aumento na taxa de ocupação de leitos, permanece na fase vermelha. 

O uso da máscara continua obrigatório, mesmo para quem pratica atividade física.

Igrejas devem aguardar

De acordo com o Plano de Retomada de São Paulo, a abertura das atividades culturais, eventos e convenções que reúnam público sentado devem aguardar 28 dias consecutivos dentro da fase amarela para serem autorizados a retornar.

Índices da região

Embora Santa Isabel tenha registrado um aumento na taxa de ocupação dos leitos, chegando a 80% nesta semana, a análise do governo estadual avalia o bloco leste inteiro, que engloba os municípios: Arujá, Biritiba-Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Salesópolis, Santa Isabel, Suzano.

A taxa de ocupação de leitos de Covid-19 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) é de 59% e a variação de óbitos é de 1,34. Por esta análise, a região conseguiu passar para a fase amarela.

Revisão das etapas

A próxima atualização do Plano São Paulo está prevista para o dia 24 de julho, seguida dos dias 7 e 21 de agosto. Os índices epidemiológicos e capacidade hospitalar são verificados semanalmente e, em caso de piora acentuada, pode haver regressão de fase em caráter extraordinário. 

Taubaté no laranja

Igaratá está inclusa na região de Taubaté e, portanto, segue na etapa laranja junto das áreas de Bauru; Marília; Piracicaba; Presidente Prudente; Araraquara; Barretos; São João da Boa Vista; São José do Rio Preto; Taubaté e a sub-região Norte (Franco da Rocha) da Grande São Paulo.

O que pode abrir no laranja

A etapa laranja permite funcionamento com 20% da capacidade de atendimento presencial em escritórios em geral, imobiliárias, comércio de rua, shoppings e concessionárias. A abertura é restrita a quatro horas diárias, todos os dias, ou seis horas durante quatro dias e fechamento por outros três.

Dados do Coronavírus – 10/07

BRASIL – 1.755.779 casos confirmados – 69.184 óbitos

SÃO PAULO – 359.110 casos confirmados – 17.442 óbitos

SANTA ISABEL - 461 casos confirmados – 43 óbitos – letalidade – 9,32%

ARUJÁ - 777 casos confirmados – 44 óbitos – letalidade – 5,66%

IGARATÁ – 202 casos confirmados – 02 óbitos – letalidade – 0,99%

Taxa ocupação UTI (Fonte Governo/SP)

ESTADO SP – 65%

GRANDE SP – 63,8%

Internados (Fonte Governo/SP)

UTIs - 5.291

Enfermaria – 8.259

Casos Recuperados (Fonte: Governo Federal)

Brasil – 1.054.043