Rede escolar de Igaratá é destaque no Idesp

Enquanto as escolas estaduais da região ficaram abaixo das metas preconizadas pelo IDESP (Índice de Desenvolvimento Educacional do Estado de São Paulo), três das quatro escolas municipais de Igaratá superaram as expectativas. Uma única escola, a EMEIF Benedito Rodrigues de Oliveira, no Bairro Boa Vista, ficou 3,32 pontos abaixo da meta prevista par

Educação Em 12/05/2018 00:14:42

Enquanto as escolas estaduais da região ficaram abaixo das metas preconizadas pelo IDESP (Índice de Desenvolvimento Educacional do Estado de São Paulo), três das quatro escolas municipais de Igaratá superaram as expectativas. Uma única escola, a EMEIF Benedito Rodrigues de Oliveira, no Bairro Boa Vista, ficou 3,32 pontos abaixo da meta prevista para o 5º ano.

Entre todas as escolas, a mais exigida pelo estudo realizado pelo Estado, foi a EMEIF Irmã Paula Guimarães Nunes, cuja meta prevista para 2017 para o 5º ano era de 5,27. Ela ultrapassou o indicador em 1,90%, obtendo 5,37. A EMEIF Petronilha de Souza teve como meta 4,18 e conquistou 5,68; 35,89% acima da meta. A EMEIF Profa. Leonina Vieira de Barros teve fixada a meta de 3,33 e atingiu, 4,49; 34,83% a mais.

No 9º ano a meta fixada mais alta era a da escola Benedito Rodrigues de Oliveira, 3,48. No ano passado conquistou 3,52, ultrapassando em 1,15% a meta. Em seguida a EMEIF Petronilha de Souza que teve como meta para o mesmo ano 3,19 e conquistou 3,20, com 0,31% a mais do objetivo.

Para o prof. Mauro Siqueira Teixeira, secretário municipal de Educação, vencer essas metas deve ser um objetivo a ser perseguido insistentemente e, segundo ele, o município não deve medir esforços para superar as metas: - É preciso um esforço conjunto da administração municipal, diretores, professores e estudantes para que a cada ano os objetivos sejam alcançados, pois só assim as cidades atingirão um grau de desenvolvimento compatível com o que desejamos. Mauro explica que cada escola tem suas metas fixadas de acordo com o desempenho no ano anterior, por essa razão a variação existente entre as escolas. – É todo um conjunto de fatores que influenciam na fixação das metas, especialmente os recursos disponibilizados pela escola aos estudantes e a atuação da direção e professores, explica.

O secretário destaca ainda que os professores de Igaratá têm obtido um excelente desempenho e são eles que mantêm a motivação dos estudantes para conquistarem as metas estabelecidas pelo estudo do Governo estadual.

Até o fechamento desta edição Santa Isabel não informou as metas do Idesp municipal.

Arujá afirma que o Idesp é do Governo do Estado de São Paulo e “o município não participa do Saresp somente da Prova Brasil, que gera o IDEB”, finaliza.