R$650 mil para alavancar o Turismo

Santa Isabel é oficialmente Município de Interesse Turístico e passará a receber anualmente R$650 mil exclusivos para o Turismo da cidade

Cidades Em 12/05/2017 18:35:54

Reportagem: Bruno Martins

 

Santa Isabel foi oficialmente declarada como Município de Interesse Turístico, o título foi concedido em audiência na terça-feira, 09/05, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP). Santa Isabel é a primeira cidade do Alto Tietê a receber tal honraria e passará a receber da secretaria Estadual de Turismo cerca de R$650 mil por ano para investir exclusivamente na melhoria e modernização dos atrativos turísticos da cidade.

O projeto foi apresentado na ALESP, pelo deputado Estadual Luiz Carlos Gondim (SD). Além de Santa Isabel, outras 13 cidades receberam o título de Município de Interesse Turístico. Na sessão da Câmara de Santa Isabel ocorrida na última terça-feira, os vereadores Paulo Berto (PSDB) e Maurício Platz (PHS) ressaltaram a importância do título: “Com os R$650 mil que receberemos vamos conseguir alavancar o turismo na nossa cidade e isso é ótimo também para a nossa economia, pois com mais atrativos, mais turistas virão para a nossa cidade”, salientaram os parlamentares.

 

Morador critica o abandono de patrimônios históricos da cidade

O Plano Diretor Estratégico (PDE) de Santa Isabel reconhece 22 pontos turísticos na cidade, porém muitos destes prédios históricos tiveram suas fachadas descaracterizadas após sofrerem reformas ou até mesmo já foram demolidos, por seus proprietários e deram lugar a prédios comerciais no centro da cidade. 

Para o jornalista, especialista em Educação, Arte e História da Cultura, Willian Jordão do Prado, que é morador de Santa Isabel, a cidade precisa urgentemente colocar em prática ações que visem resgatar estes patrimônios históricos culturais que estão sendo vítimas da degradação do tempo e principalmente da ação de vândalos: “A partir deste título Santa Isabel passará a receber ainda mais turistas, e isso é ótimo para o nosso comércio local, mas atualmente a cidade possui sérios problemas estruturais que vemos serem constantemente denunciadas pelos moradores em jornais e na própria prefeitura, imaginem agora estes mesmos problemas sendo relatados pelos turistas. É necessário primeiro organizar a casa para depois receber nossos convidados”, aconselha. 

O Art. 57 do PDE determina que os locais considerados patrimônios históricos devem ser providos de placa de identificação para informação e orientação de moradores e turistas, contudo mais da metade dos 22 pontos não possuem placa de identificação. No site do Jornal Ouvidor você confere em fotos, os 22 pontos turísticos reconhecidos pelo PDE de Santa Isabel.