Quadrilha especializada em roubo de gado é presa entre Igaratá e Santa Isabel

Prejuízo provocado pelos crimes pode chegar a cinco milhões de reais

Turismo & Natureza Segurança Pública Em 16/02/2021 19:08:56

Por Bruno Martins

 

Eles agiam na região de Pouso Alegre, localizada no Sul de Minas Gerais, e foram presos na noite desta segunda-feira, 15/02, entre Santa Isabel e Igaratá. O mandado de prisão foi cumprido pela Polícia Civil de Pouso Alegre, após seis meses de investigação.

A reportagem do Jornal Ouvidor conversou com a equipe de investigação de Pouso Alegre, que confirmou as prisões. De acordo com eles, a quadrilha roubava e furtava gado das fazendas situadas no Sul de Minas e vendiam os animais a frigoríficos e fazendeiros do estado de São Paulo.

“A investigação já vem de seis meses, mas estima-se que eles estavam atuando bem mais do que esse período. Mais de 500 cabeças de gado foram roubadas, totalizando um prejuízo entorno de mais de 5 milhões de reais”, explicou o Chefe da Investigação.

Quatro indivíduos foram presos e estão detidos na cadeia pública de Santa Rita do Sapucaí, no interior de Minas. Os advogados de alguns deles estão neste momento na delegacia de Pouso Alegre.