“Prefeitura nos deve quase um milhão de reais”, diz Empresário

Medic Pharm informa que não tem o interesse de manter contrato com Santa Isabel

Saúde Em 01/03/2019 19:38:53

por Érica Alcântara

O empresário Marcelo Próspero, representante da Medic Pharm, afirma que a empresa não tem o interesse de manter o contrato com a Prefeitura de Santa Isabel. Segundo ele, a municipalidade acumula uma dívida de aproximadamente um milhão de reais em serviços e medicamentos que já foram prestados e outros, cuja emissão de nota a secretaria de Saúde não aceitou sem antes efetuar a verificação de todos os itens.

Sobre a falta de medicamento nos postos, Marcelo diz que nem todos os medicamentos de atenção básica são da responsabilidade de sua empresa, ácido acetilsalicílico, amoxicilina e ibuprofeno, por exemplo, ele garante que é da cesta do programa Dose Certa – Furp. 

* Veja no site do Jornal Ouvidor a lista dos medicamentos que faltam nos postos e quem são os responsáveis pelo fornecimento.

“Não sabíamos que tinham outros medicamentos em falta, porque em janeiro deste ano a prefeitura retirou do nosso contrato o RH, os motoristas e o nosso controle de dados via software, ficamos só com o fornecimento de medicação. Nos avisaram ontem, 28/02, que havia algumas faltas”, diz Marcelo.

Sobre a diferença de preços em que a Medic cobra produtos até 444% mais caro, Marcelo afirma que a marca do produto faz a diferença no valor. “Só compramos itens de qualidade”, garante.

Marcelo afirma que antes de assumir as farmácias de Santa Isabel os postos não tinham nenhum controle dos medicamentos e, por isso, muitos remédios se perdiam por conta da validade vencida.

“Vamos sair, mas também vamos denunciar Santa Isabel para o Tribunal de Contas da União, pois assumimos um contrato em que a Prefeitura garantiu que tinha reserva técnica para arcar com os custos, se tinha dinheiro, aonde ele foi parar?”, questiona.