Prefeito garante que UPA não fechará as portas

Prefeito Pe. Gabriel Bina esclarece a população quanto à situação da UPA

Saúde Cidades Em 17/04/2015 11:01:11

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) é administrada pela Santa Casa de Misericórdia de Santa Isabel que recebe para os serviços de urgência e emergência o valor de R$445mil por mês sendo: R$345mil de recurso municipal e R$100mil de verba federal.


O convênio com a Santa Casa tem vigência até o dia 29/05/2015 e a instituição notificou a Prefeitura que, se o convênio não fosse reajustado à mesma deixará de prestar os serviços no término da vigência. “Todo contrato tem data de início e término e esse não é diferente. Até o dia 29 de maio a Santa Casa deve honrar com seu compromisso na íntegra”, ressalta o Prefeito Pe. Gabriel Bina.  


Segundo o Chefe do Executivo, a Irmandade da Santa Casa solicitou R$620 mil para continuar com os serviços que presta na UPA; R$175mil a mais que o repasse atual. “A Prefeitura infelizmente não tem condições de dar esse reajuste  devido a crise econômica, política e hídrica que o País está passando”, lamenta Pe. Gabriel.


Mediante aos fatos, o Prefeito destaca que a Secretaria Municipal de Saúde já tomou as providências cabíveis em relação ao processo de contratação de outra instituição para administrar a UPA, pelo mesmo valor de R$445mil.


“Até o momento cinco entidades demonstraram interesse pela prestação dos serviços, pelo valor oferecido pela Prefeitura que é o mesmo pago hoje a Santa Casa”, esclarece o Prefeito.
Pe. Gabriel explica ainda que as demissões estão acontecendo devido ao fato dos funcionários serem da Santa Casa e o contrato não ter sido renovado. O Prefeito acredita que a Instituição que num futuro breve assumirá a UPA irá contratar profissionais também. “Reforço que a saúde é o nosso melhor bem, por isso não meço esforços para termos o melhor no atendimento”, finaliza Pe. Gabriel.