Praças abandonadas e inacabadas

Em diferentes lugares de Santa Isabel as praças que deveriam ser áreas de lazer para famílias, estão abandonadas

Cidades Em 11/08/2017 23:07:31

Elas são, na maioria das vezes, a única área de lazer de muitos bairros em Santa Isabel, mas na maioria deles, ao invés de serem ocupadas por famílias, estão tomadas por mato, lixo, entulho e fezes de animal. Mas do que investimento, as praças, sejam elas de bairros distantes ou até mesmo no centro da cidade, padecem principalmente de cuidados.

Tereza de Fátima, ainda espera que uma promessa feita na gestão passada se cumpra nessa. Há anos prometeram para ela e outros moradores da Rua Orlando Boaventura da Costa, Bairro Jd. Eldorado a construção de uma praça em um espaço bem em frente à sua casa, porém no local, há apenas mato e inservíveis. Para vencer o acúmulo de mato e sujeira no local, algumas pessoas até atearam fogo: “É uma pena porque esperávamos receber uma praça aqui, com brinquedos para as nossas crianças, iluminação, mas até agora nada. Nos comprometemos a cuidar do espaço, só queremos lazer”, dizem moradores.

Por muito tempo um espaço situado entre as ruas João Manoel Rodrigues Barbosa e João José de Almeida Filho, Bairro Vila Osíris foi utilizado como ponto de descarte indevido de entulho e lixo. Em 2013, a Prefeitura resolveu construir uma praça no local, para que as famílias tivessem um ponto de encontro e lazer. Quatro anos depois, o local voltou a ser um ponto de desconforto social e quem se arrisca a usá-lo, divide espaço com entulho, mato e muito lixo.

Já no centro de Santa Isabel, a secretaria de Serviços Municipais iniciou sua gestão com o objetivo de transformar o espaço antes utilizado como banheiro público, situado as margens da Avenida João Pires Filho em uma praça, mas o serviço ficou pela metade.

Sobre os locais apontados na matéria, o secretário de Serviços Municipais, Rodrigo Butterby informa que a Praça do Bairro Vila Osíris será restaurada até outubro deste ano: “No Jd. Eldorado desconhecíamos da promessa feita pela gestão passada, mas buscaremos sim reformar o local e transformá-lo em breve numa praça”, disse. Sobre o ponto as margens da Av. João Pires Filho, o Secretário disse que a finalização do espaço está sob responsabilidade da secretaria de Meio Ambiente.

Até a publicação desta matéria a assessoria de imprensa, não retornou os questionamentos da reportagem.