Polícia garante que segurança está sob controle

Apesar dos assaltos a comércios e pedestres no centro de Santa Isabel, Tenente da Polícia Militar afirma que ocorrências estão sob controle e que o número de casos é compatível ao tamanho do município

Segurança Pública Em 20/06/2015 12:46:18

Reportagem: Bruno Martins

“Não houve aumento nos casos de furtos e roubos na cidade”, afirma o 1º Tenente Ronildo Lopes, comandante do Pelotão da Polícia Militar de Santa Isabel, de acordo com ele, tudo que é de responsabilidade da PM esta sendo feito. Dados oficiais comprovam que em Santa Isabel, em relação a 2014 houve ligeira queda nos casos registrados de janeiro a maio de 2015. Vítimas de assalto confessam que não registram ocorrência por achar que o sistema é burocrático.
Nas ruas e redes sociais a população isabelense se mostra preocupada com o suposto aumento de casos de furto e roubo, alguns deles a mão armada que ocorreram na região central da cidade. Porém a própria PM afirma que nem todas as reclamações chegam até ela: “A rede social ajuda e muito para alertar a população, mas não é o meio oficial. As ocorrências precisam ser registradas para que possamos tomar as providências”, diz o 1º Ten. Ronildo.
Dados da secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), comparado ao mesmo período de 2014, indicam que de janeiro a maio deste ano houve 22 casos a menos de ‘Furtos Outros’ em Santa Isabel. A queda também ocorre no número de ‘Roubos Outros’ em que houve 19 ocorrências a menos.
Furto de veículos também diminuiu, de janeiro a maio, houve uma redução de 02 casos comparado a 2014. Roubo de automóveis teve a mesma queda de 18 para 12 no mesmo período. “Em maio deste ano, registramos seis roubos de veículos, porém todos eles ocorreram na Rodovia Presidente Dutra, onde quem patrulha é a Polícia Rodoviária Federal”, salienta o Tenente. 
Nesta semana um comerciante que foi vítima de um assalto no centro da cidade, confessou que não registrou a ocorrência por desacreditar que as autoridades podem resolver o problema: “Você vai a Delegacia e fica lá horas, registra o boletim e não dá em nada. Não acredito mais que a polícia possa resolver alguma coisa”, reclama.
Para 1º Ten. Ronildo é importante que as pessoas acreditem no trabalho da polícia e não deixem de registrar as ocorrências das quais são vítimas: “A PM atua sobre um planejamento estratégico, se não há registro é como se não houvesse crime, pois não podemos coordenar as patrulhas em cima de boatos. Hoje você pode registrar a ocorrência pelo computador da sua casa, de forma simples e rápida. A população precisa nos ajudar, pois só assim conseguiremos vencer o crime”, finaliza. 

 

JUNHO VIOLENTO

Se por um lado os dados da secretaria de Segurança Pública (SSP) indicam que houve queda em alguns crimes da cidade, só neste mês a Delegacia de Polícia de Santa Isabel registrou 21 ocorrências relacionadas a furtos, roubos de veículos, residências, estabelecimentos comerciais e até pedestres. A própria Polícia Militar confessa que houve alta nos casos, mas prisões que ocorreram nesta semana ajudarão a concluir algumas infrações.
Neste mês dez ocorrências de furtos e roubos a veículos foram registradas na Delegacia de Polícia. Em algumas delas os assaltantes, armados, renderam as vítimas e sob ameaças de morte levaram os veículos. 
Quatro ocorrências de roubos praticados por assaltantes em moto e armados foram registrados. Algumas envolvem quantias em dinheiro que vão de R$550,00 a R$99 mil. Documentos e objetos pessoais também foram subtraídos, em assaltos no centro.
O 1º Tenente do Pelotão da PM, Ronildo Lopes, informa que de fato houve um aumento em junho: “Na semana passada tivemos várias ocorrências, mas realizamos prisões que nos ajudarão a concluir muitos destes casos. Os meliantes serão ainda reconhecidos por vítimas, dentre elas as que foram assaltadas este mês”, diz.
Foram presos, João Henrique Caraça, 32, e Fábio Pereira, 21: “Além destes prendemos também Felipe da Silva Ceglio, 34, acusado de furtar gado na cidade há meses. O identificamos por intermédio das denúncias anônimas e isso mostra o quanto é importante a população colaborar com o trabalho da PM”, finaliza.