Polícia desvenda morte de morador de Rua

Caso aconteceu na Praça do Idoso. Homem era morador de rua e foi espancado até a morte. Agressor foi preso

Segurança Pública Em 29/06/2018 21:55:18

Depois de meses investigando o caso de Anderson Elias, o morador de Rua que foi espancado até a morte em Santa Isabel, a Polícia Civil encontrou e prendeu o autor do crime J.S.F.

O agressor está preso temporariamente até que o Serviço de Inteligência da Polícia Civil conclua partes do processo que já caminha para o final.

Os Investigadores Tadeu e César esclareceram a morte que na época foi registrada como Homicídio Qualificado.

O caso

Anderson Elias foi morto a pauladas no dia 15/04 enquanto dormia na Praça do Idoso, em Santa Isabel. No atestado de óbito, a morte da vítima aconteceu em decorrência de um traumatismo craniano.

Na ocasião, o agressor fugiu. Anderson foi socorrido até a Unidade de Pronto Atendimento - UPA e logo foi encaminhado para o Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, em estado grave.

De acordo com testemunhas, o que motivou o criminoso a tirar a vida de Anderson foi uma briga por um celular. Anderson foi enterrado no Cemitério do Brotas, em Santa Isabel.

A vítima vivia na rua há dois anos. Segundo testemunhas, era alcoólatra. Anderson também era pedreiro e deixou esposa e quatro filhos. Um de 18, outro de 15, um de 14 e outro de quatro anos.

O Departamento de investigação da Polícia Civil ressalta que a equipe não parou os trabalhos enquanto as peças não se encaixassem. “Foi um trabalho difícil, mas com a união da equipe conseguimos montar este quebra cabeça”, disseram os investigadores.