Pé do Ouvido

Colunas & Opiniões Em 18/04/2014 10:54:03

PESCARIA – Divulgada na internet a notícia de que um motorista de ambulância da Prefeitura de Igaratá estacionou o veículo funcional diante de um produtor de peixes, no bairro das Palmeiras e, ao sair de lá, levou, na faixa, 15 quilos de pescado para o pessoal de plantão no Posto de Saúde. A notícia vem acompanhada de fotos.

PESCARIA 2 – O pessoal de plantão até que merece peixe fresco. O que está de fato revoltando é que para conseguir uma ambulância para atender a população é preciso brigar e, quase sempre, não se consegue nada além das ameaças de retaliações. Acrescente-se que transportar peixes em uma ambulância é, no mínimo, falta de higiene e respeito aos pacientes.

INDIGESTÃO – Os peixes doados aos plantonistas devem provocar indigestão. Pelo menos é o que prometem os administradores da saúde em Igaratá. Na mesma rede afirmam que o motorista será suspenso e uma sindicância será aberta para apurar responsabilidades.

INDIGESTÃO 2 – O agravante nessa história toda é que, segundo denúncia formulada na Câmara Municipal pelo vereador Jair apenas duas das sete ambulâncias existentes na cidade, funcionam.

VAI E VEM - O Prefeito Elzo fez um BO na Delegacia de Igaratá contra um frentista do Posto Mendes. Segundo consta no BO, o vereador Moacir disse que o frentista Maurício teria mostrado a matéria do Ouvidor no qual há a informação de que Elzo pode ser obrigado a devolver mais de 1,5 milhão de reais e teria feito comentários desairosos a respeito do Prefeito. O vereador Gilmar que não estava presente foi arrolado como testemunha do Patrão, na base do “ouviu Moacir falar”.

VEM E VAI - Na mesma história, Moacir deve agora ter além do papel de testemunha, também o de réu. Maurício deu outra versão. Segundo ele, apenas perguntou a Moacir o que significava a história do Elzo poder ter que devolver R$ 1,5 milhão aos cofres públicos e, Moacir para defender o Prefeito, passou a fazer comentários difamatórios em relação ao ex prefeito Zé Prianti.

E O TROCO - Agora Zé Prianti deve lavrar um BO por crime contra a honra em relação ao vereador Moacir e Maurício, o frentista, passa ao papel de testemunha. 

OVO – Os alunos da escola estadual Cel. Benedito Ramos Arantes, de Igaratá, se surpreenderam na última quinta-feira com a presença da secretária de educação adjunta, Regina Fortes, distribuindo ovos de páscoa para todos os estudantes. Nada mal, é um carinho da administração municipal aos alunos do estado.

OVO 2 – Depois de gentilmente entregar os agrados, na presença de todos os estudantes, a Adjunta chamou um determinado inspetor de alunos para, premiá-lo de modo diferente: a ele entregou um belo agrado de marca e preço invejáveis. Vendo tamanha discrepância no brinde, os estudantes perguntaram aos professores se teriam também sido agraciados com tanta generosidade. A resposta foi mais surpreendente ainda: “Nem mesmo um voto de feliz páscoa”.

EXERCÍCIO DIGITAL– Os idosos que recorrem aos exercícios na praça do idoso, em Igaratá, estão preocupados. Enquanto a instrutora titular cumpre a licença maternidade, a substituta só pratica exercícios com os dedos: passa todo o seu expediente digitando mensagens no celular. E ganha para isso!

EXTRA – Na última terça-feira duas assessoras parlamentares, a do vereador Maurício Platz e do vereador Odilon Fernandes estavam, em horário de expediente, documentando a greve realizada pelos funcionários da Prefeitura de Arujá. De máquina fotográfica e cadernetas de anotações uma segurava a sombrinha enquanto a outra fotografava e anotava.

EXTRA 2 – De duas uma: as duas assessoras estavam vendo como se organiza uma greve para tentar repetir aqui o ato de protesto ou estavam trabalhando para o jornal que o vereador insiste em dizer que não é dele. Nesse caso é o povo quem está pagando o salário da reportagem.

ESGOTO – O vereador Van do Negavan registrou essa semana seu desencanto com o sistema de esgoto do bairro Parque Santa Teresa, em Santa Isabel. Ele demonstrou com fotos o estado de abandono do que era a estação elevatória que bombeava o esgoto para o ribeirão Araraquara, livrando o córrego do bairro da contaminação. Está há dois anos sem funcionar. 

ESGOTO 2 – Na tentativa de defender o Prefeito, o vereador Zé da Mula assegurou que a pessoa da prefeitura encarregada da manutenção do sistema teria garantido ao Padre que a bomba estaria funcionando perfeitamente.

CHACOTA – A informação do Zé da Mula prestou para abrir a sessão de chacotas com o nome do Padre. Todos os vereadores de oposição criticaram o alheiamento do Prefeito aos problemas do município que, além de pouco saber, ainda é enganado.

ATUALIZADO – O site da Câmara de Santa Isabel até o último dia 14 estava somente com as contas de agosto 2013. Depois de questionados pela reportagem de O Ouvidor o site foi atualizado até dezembro desse ano. A Lei da Transparência determina que a atualização seja mais permanente.

ATUALIZADO 2 – O site da Câmara de Igaratá tem o custo aproximado de R$800,00 mensais e nele é possível encontrar todas as ações dos vereadores, desde indicações a projetos inclusive com as respostas do executivo. É atualizado por um funcionário da casa que também se encarrega de gravar e filmar as sessões.

ATUALIZADO 3 – Na Câmara isabelense o custo do site e serviços de digitalização custam, com empresa terceirizada, perto de cinco mil reais. Na de Igaratá a atualização é semanal enquanto na isabelense deveria também ser.

APAGADA – As torres de celulares do “Morro da Torre”, em Santa Isabel, estão com suas luzes de proteção apagadas. Como rota de aviões a cidade deveria ser mais atenta a esse item de segurança. Cabe às empresas operadoras de telefonia o cuidado na manutenção do equipamento. E compete a quem cobrar?