PCC perde helicóptero

Aeronave era usada para abastecer facção criminosa com drogas da Bolívia. Entorpecentes eram distribuídos entre os Estados brasileiros

Segurança Pública Em 27/04/2018 19:26:24

O departamento de investigação da Narcóticos da Polícia Civil de São Bernardo do Campo apreendeu nesta quarta-feira, 25/04, em Arujá, um helicóptero que segundo a própria Polícia pertencia a facção criminosa o PCC – Primeiro Comando da Capital.

A aeronave estava estacionada num hangar no Bairro Jardim Fazenda Rincão. De acordo com os investigadores, ela passaria por manutenção para depois seguir voo para Americana/SP. De lá, a aeronave seguiria para Paranaíba, no Mato Grosso do Sul.

Os presos indiciados Luís Paulo Mattar Pereira, Leonardo Almeida e Rogério Almeida Antunes disseram que o trajeto da aeronave poderia mudar a qualquer instante de acordo com os chefes que contrataram os serviços.

Rogério Almeida Antunes já havia sido preso em outra operação em 2013 por transportar 445 quilos de cocaína num helicóptero da empresa do Deputado Estadual de Minas Gerais, Gustavo Perella, no interior do Espírito Santo.

O Delegado de Polícia Titular de São Bernardo do Campo, Dr. José Eduardo Jorge, disse ao Jornal Ouvidor que a aeronave não fazia plano de voo. “E todos os voos eram baixos, assim eles evitavam os radares aéreos. A parte frontal da aeronave estava danificada devido aos voos em baixa altitude”, revela o Delegado.

Dentro do helicóptero foi encontrado uma caixa de papelão com diversas pastas que foram recolhidas para estudo. Peritos da Polícia Civil encontraram dentro da aeronave indícios de cocaína, o material passa pelo Instituto de Criminalística.

O helicóptero foi retirado do hangar de Arujá para ser guardado no da Polícia Civil, no Campo de Marte, em São Paulo. “As investigações não param com esta apreensão, continuam”, pontua Dr. José Eduardo Jorge.