Paulo Freire na ETEC

A ETEC de Santa Isabel realizou nesta semana uma série de atividades em homenagens ao escritor e pedagogo Paulo Freire

Educação Cidades Em 05/05/2017 19:03:50

Reportagem: Bruno Martins

 

“Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção”. A frase do educador Paulo Freire teve total sentido nesta semana na Escola Técnica (ETEC) de Santa Isabel. Na semana em que se recorda a morte do pensador a unidade promoveu palestras, apresentações teatrais e gincanas que agitaram os seus alunos e mobilizaram a comunidade. 

Iniciada na terça-feira, 02/05, a Semana Paulo Freire na ETEC de Santa Isabel encerrou-se na última quinta-feira, com a Feira das Profissões, totalmente aberta a comunidade. O Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) montou um “stand” na unidade para falar sobre mercado de trabalho. 

Divididos em equipes separadas por cor, as turmas do 1º, 2º e 3º ano do Ensino Médio Integrado ao Técnico (Etim), Informática e Administração participaram de gincanas, encenaram peças teatrais de Paulo Freire e ainda promoveram shows de talentos. 

Além de promover um método de ensino na prática e mais atrativo, os eventos da Semana Paulo Freire focou também na solidariedade. Somando pontos nas gincanas, as equipes arrecadaram alimentos, agasalhos, brinquedos e livros. De acordo com a diretora da unidade, Gisele Adriana e a professora Daniele Silva, os brinquedos e alguns livros arrecadados serão levados para Emei Jorge Boaventura da Costa, no Bairro Jd. das Acácias, onde os estudantes da ETEC planejam montar uma brinquedoteca: “Os agasalhos serão enviados ao abrigo Redentor e os alimentos doados a famílias carentes da cidade”, explicaram.  

“Graças aos nossos professores e estudantes conseguimos concluir com sucesso, mais uma Semana Paulo Freire e tornar a ETEC ainda mais participativa a integrada a nossa comunidade”, finaliza a diretora Gisele.  

Sobre o autor

Nascido em 19 de setembro de 1921, em Recife, Paulo Freire além de educador, foi autor de vários livros pedagógicos, o principal deles é o: - Pedagogia do Oprimido. Com trabalhos reconhecidos em todo o mundo, sua maior defesa era que a escola ensina-se o aluno a ler o mundo, para assim poder transformá-lo. Paulo Freire morreu em 2 de maio de 1997, em São Paulo.